Sérgio Conceição: «Equipas grandes vivem de títulos e ganhar só alguma coisa não chega»

Técnica fez a antevisão à final da Taça de Portugal e garantiu que a equipa quer muito este "segundo" troféu

• Foto: Lusa

Sérgio Conceição não escondeu que a conquista da Taça de Portugal poderá ser fundamental na definição de uma temporada bem conseguida ou não, mais ainda depois de o FC Porto não ter conseguido revalidar o título de campeão nacional. 

Em resposta a algumas questões da FPF, num vídeo que juntou as suas respostas à do treinador rival Marcel Keizer, o técnico dos dragões garantiu que a equipa do FC Porto quer "muito este segundo título".

"Acho que uma equipa como o FC Porto tem de ganhar mais do que o campeonato. Este ano já ganhámos a Supertaça, não ganhámos o campeonato e queremos muito este segundo título. As equipas grandes têm de viver de títulos. Ganhar só alguma coisa não chega", alertou, ciente das dificuldades que terá pela frente.

"As próprias características do relvado, que conheço bem, serão difíceis. Presumo que esteja um dia de calor. Poderá ser um obstáculo, mas é para as duas equipas. Preparámos tudo ao pormenor, preparámos todas as situações para que nada possa interferir no rendimento máximo de cada jogador individualmente e da equipa", apontou.

Questionado sobre o rival, que defrontou esta temporada em três ocasiões, Sérgio Conceição sublinhou que o segredo estará nos pormenores.

"As equipas conhecem-se bem, preparámos o jogo e preparámos aquilo que é esta final, olhando para tudo isso, mas sem pensar que os jogos que antecederam esta final com o Sporting possam ser decisivos por alguma razão. Aqui não há grandes segredos. O segredo tem a ver com a preparação dos tais pormenores", frisou.

Debruçando-se sobre a tão badalada mística do Jamor, o técnico do FC Porto assumiu que este será um dia diferente, um dia de "verdadeira festa".

"Entrar no Jamor é algo que tem um grande simbolismo. Costumo dizer aos jogadores que depois do jogo do título acho que este é o jogo mais bonito da época. É um dia diferente, um dia de famílias, um dia da verdadeira festa do futebol. Espero que assim seja. Tudo isso é importante e tem de ser vivido sempre de forma apaixonada. Eu tenho a experiência, enquanto jogador, de disputar uma final. Como treinador também já disputei uma. Gosto muito da Taça de Portugal, gosto ainda mais de estar presente em finais, nomeadamente esta", concluiu.

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.