Sérgio Conceição expulso... carregou o troféu

Banco portista desde cedo mostrou o seu desagrado relativamente à atuação de Luís Godinho

• Foto: Lusa

A primeira parte já tinha ficado marcada por vários protestos do banco do FC Porto contra a equipa de arbitragem, designadamente pela entrada de Amilton sobre Brahimi que acabou por empurrar o extremo para fora do jogo, mas o verniz estalou de vez aos 57 minutos, quando Luís Godinho mostrou o cartão amarelo a Sérgio Oliveira na sequência de um lance em que os dragões reclamaram uma falta que terá ficado por marcar sobre Héctor Herrera à entrada da área do Aves.

Sérgio Conceição manifestou o seu desagrado de forma vincada ao árbitro assistente Ricardo Santos, ao quarto árbitro Hélder Malheiro, e depois a Luís Godinho, tal como outros elementos do banco portista, e no seguimento desses protestos acabou por receber ordem de expulsão. Gerou-se a confusão e depois de um compasso de espera, o técnico saiu do seu posto para se dirigir para um local onde estava o seu adjunto Siramana Dembélé, bem como outros elementos da sua equipa técnica.

Como quase sempre acontece nestas alturas, Sérgio Conceição ficou em contacto com Vítor Bruno, adjunto encarregue de comandar a equipa nos derradeiros 30 minutos e, curiosamente, foi nesse período que o FC Porto marcou os dois golos que lhe deram a vitória, sendo visível a satisfação do técnico principal.

Assim que Luís Godinho apitou para o final do encontro, Sérgio Conceição, de 43 anos, desceu rapidamente para o relvado, onde começou por cumprimentar todos os seus jogadores, um a um. Depois de erguer o troféu, o treinador encarregou-se de carregar a Supertaça até ao topo do estádio onde estava a maioria dos adeptos do FC Porto para ali formar a tradicional roda.

Tendo sido expulso, Sérgio Conceição não foi à zona de entrevistas rápidas do canal televisivo que transmitiu o jogo, nem sequer à sala de imprensa. Também Vítor Bruno não marcou presença em nenhum dos locais.

Em todo o caso, o Twitter do FC Porto para os media criticou duramente a arbitragem: "A consequência desta falta clara foi a expulsão de Sérgio Conceição. Até teria piada se não fossem velhos hábitos que é preciso erradicar. As nossas conquistas encontram sempre adversários inesperados, mas assim ainda sabem melhor. Agora é trabalhar para acabar a época como começámos, a celebrar. Viva o FC Porto", escreveram os dragões, na mensagem acompanhada de uma foto de Herrera a sangrar da face.

Autores: Rui Sousa e Sandro Veloso

8
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0