Sérgio Conceição: «Guerra para sair do Nantes era tão grande que cheguei aqui e assinei»

Treinador garante que nunca discutiu um contrato com o FC Porto

• Foto: Movenotícias

Sérgio Conceição assumiu este sábado que nunca discutiu um contrato com FC Porto. Na conferência de imprensa de antevisão ao jogo com o V. Setúbal, o técnico abordou a vontade expressa por Pinto da Costa de renovar já contrato com o treinador, um "sinal de confiança" com o qual... não se sente muito à vontade.

"Mas eu tenho contrato [risos] Ainda não li a entrevista [ao jornal 'O Jogo'], mas alguém já me disse. Nunca discuti um contrato no FC Porto. Quando era jogador e vim para aqui, como júnior, a minha alegria era tão grande que nem vi. Quando renovei, era senior, já estava emprestado ao Felgueiras, fui chamado, meteram-me o contrato à frente numa sala e eu assinei. Desta vez, foi a mesma coisa. A guerra foi tão grande, em sair do Nantes e vir para aqui... Cheguei e assinei. Isso não é um problema para mim. Mas sim, é um sinal de confiança do presidente, mas eu não gosto muito destes elogios. Obviamente que fico satisfeito, é um sentimento de satisfação e de oportunidade. No final da época, se ganhar o campeonato e me derem os parabéns fico contente; até lá, só me dá mais responsabilidade", afirmou, sublinhando igualmente sintonia com o presidente portista no que ao mercado de transferências diz respeito.

"Estamos em plena sintonia com o presidente. Não vou comentar o que é feito internamente e não queria falar de mercado. Na altura certa falarei", limitou-se a afirmar quando questionado sobre a entrevista do dirigente dos dragões na qual afirmava estar a tratar de contratar dois reforços.

6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.