Sérgio Conceição: «É inadmissível como foi possível fazer um jogo da Liga aqui»

Treinador do FC Porto critica o estado do relvado do recinto do Marítimo

A carregar o vídeo ...
Sérgio Conceição: «Já sei que vão insultar-me nas redes sociais... estou a cagar-me para isso»

Sérgio Conceição criticou o estado do relvado no Caldeirão, onde o FC Porto empatou (1-1) com o Marítimo. À Sport TV, o treinador portista não deitou a toalha ao chão e disse que a equipa precisa do apoio dos adeptos. "Ninguém ganha o campeonato com o cigarro na boca", vincou.

O que faltou?
"Faltou fazer golos nas oportunidadess que tivemos, tivemos oportunidades suficientes para ganhar por mais do que a diferença mínima. Isto não foi um jogo, foi mais luta do que jogo. Querem que as equipas joguem bem...É inadmissível o estado do relvado hoje, completamente encharcado, os jogadores não se aguentavam em pé, é inadmissível como é que é possível fazer um jogo da Liga aqui e 48h antes, nem isso, haver um jogo aqui. Na Madeira está há três quatro dias bom tempo, 27 graus. A forma como procurámos o golo e como o nosso adversário tentou, não em jogo jogado, levar o pontinho, a minha equipa teve mais amarelos. O árbitro foi conivente, nós temos mais amarelos que o adversário. Querem ser mais papistas que o papa. Tentamos de tudo para ganhar o jogo mas não foi possível. Foi um espectáculo muito pobre.
 
Golos, casos e outros lances: o resumo do Marítimo-FC Porto
Amarelo visto no final do jogo
"Foi aquilo que lhe disse a si. Nós precisamos dos adeptos connosco, ninguém ganha o campeonato com o cigarro na boca, não ganhámos o campeonato depois de ganhar ao Famalicão nem perdemos agora. Precisamos de todos senão vai ser extremamente difícil."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.