Record

Sérgio Conceição quer que Jackson Martinez jogue: «Gosto de defrontar os melhores jogadores»

Treinador do FC Porto elogia avançado do Portimonense

• Foto: Reuters
Sérgio Conceição espera reencontrar Jackson Martinez amanhã, no duelo com o Portimonense. O treinador sabe que o avançado dos algarvios está com problemas físicos, mas espera que o colombiano seja opção na partida do Dragão.

"Gosto de defrontar os melhores jogadores, que contribuem para bons espectáculos. O Jackson é um jogador que todos gostam, uma pessoa espectacular, um futebolista de eleição, que tem passado últimos dois ou três anos com problemas físicos e que tem sofrido muito por isso, por ser uma pessoa muito apaixonada. Não sei se joga, sei que está limitado, saiu lesionado no último jogo. Mas se vier vou cumprimentá-lo", assegurou.

O técnico dos campeões nacionais vai também reencontrar Folha, um treinador que conhece bem. "Conheço-o tão bem como ele a mim, se calhar será difícil surpreendermo-nos um ao outro. Não será um confronto entre António Folha e Sérgio Conceição, mas sim entre o FC Porto e o Portimonense. Sabemos como trabalhamos mas há uma preparação para o jogo que depende de cada um de nós. Espero amanhã ser mais feliz." 

As principais dificuldades estão identificadas: "O Portimonense é uma equipa difícil, em todos os jogos que os defrontámos no ano passado marcaram-nos sempre golos. Tem um treinador que conhece bem esta casa e que me conhece. Vai ser difícil, mas temos de assumir as despesas do jogo e a responsabilidade para ganhar os 3 pontos."

No Bessa o FC Porto ganhou com um golo de um jogador que saltou do banco e Conceição volta a elogiar o espírito de grupo que reina entre os dragões: "Já tive a oportunidade de dizer que éramos a equipa que tinha mais golos e mais assistências provenientes de jogadores que entravam. Isto para dizer que o espírito é bom, todos trabalham da mesma forma, sentem-se todos importantes, não há diferenças. Isso é feito no trabalho diário. Essa importância é-lhes atribuída para que depois, quando forem chamados, deem a melhor resposta. Mas não é fácil, há questões emocionais, os objetivos de cada um, todos querem jogar o maior número de jogos possível... Mas eles percebem que o mais importante é a equipa. O grupo é fantástico."

O treinador abordou também a sua expulsão no dérbi do Bessa. Leia tudo aqui.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas