Sérgio Conceição: «Se voltasse atrás fazia exatamente igual»

Técnico não se arrepende do onze inicial apresentado

Diante do Varzim, Sérgio Conceição foi obrigado a ir ao banco encontrar soluções (habitualmente titulares) para resolver a partida e dar a volta ao texto. De lá saltou Soares, por exemplo, um jogo determinante, mas o técnico portista não se arrepende das escolhas feitas antes do encontro.

"Eu assumo aquilo que fiz, voltando atrás fazia exactamente igual. Temos um plantel e se dizemos que temos confiança nele temos de o demonstrar. Este era um jogo em que tudo o que passasse pela não vitória do FC Porto colocava em risco a passagem à final four e eu decidi meter 11 jogadores que em jogo jogaram pela primeira vez juntos. Sei da forma que trabalham e eles deram-me garantias durante a semana

Eu estou aqui para assumir caso alguma coisa não corra bem e para mudar as coisas durante o jogo, é para isso que me pagam. Normalmente nestes jogos, frente a uma equipa de escalão inferior, muito combativa, era importante sabermos que a dados momentos íamos sofrer por essa falta de entrosamento. Estou a falar de jogo, porque no que é o treino, eles são treinados para dar resposta positiva. Obviamente alguns jogadores estiveram abaixo do que eu esperava, mas eu não posso ter um discurso para dentro e outro para fora."

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.