Sérgio Conceição: «Vamos tentar ser melhores do que aquilo que fomos no Dragão»

Treinador do FC Porto fez a antevisão do encontro, desta quarta-feira, com o Rangers a contar para a Liga Europa

• Foto: Reuters

O FC Porto defronta, na quinta-feira, o Rangers, no Ibrox Stadium, em jogo a contar para a 4.ª jornada do grupo G da Liga Europa. 

Na antevisão ao encontro diante dos escoceses, Sérgio Conceição afirmou que a equipa portista quer sair de Glasgow com os três pontos e negou comentar as palavras de Steven Gerrard, treinador do Rangers, que referiu que a pressão está do lado da equipa portuguesa, elegendo-a como a principal favorita à vitória.

"A opinião do treinador adversário é dele. O FC Porto está habituado a jogar a Liga dos campeões, algo que não aconteceu este ano. Da minha parte sempre ouviram dizer que este era um grupo equilibrado. Com o nível competitivo que temos no nosso campeonato não é fácil conquistar vitórias na Europa. Amanhã [quinta-feira] vamos apanhar um Rangers, uma equipa muito competitiva e agressiva dentro de campo. Vamos procurar trabalhar alguns aspetos, erros que cometemos no primeiro jogo. O Rangers é uma equipa forte, mas nós também o somos. Amanhã vamos tentar ser melhores do que aquilo que fomos no Dragão, num ambiente difícil e apaixonado que os adeptos dão ao jogo. Assumimos que a equipa que tem mais historia é o FC Porto, mas depois esse favoritismo tem de ser comprovado dentro do jogo", afirmou o técnico dos dragões.

Com as equipas todas perto, a nível de pontos, quão importante é esta jornada?

"Todos os jogos são importantes e à medida que se vai aproximando do final [da fase de grupos], ainda mais importantes se tornam".

Ficou surpreendido com o desempenho do Rangers no jogo em Portugal?

"Não. Estudámos muito bem a equipa do Rangers como estudamos qualquer outra. Contudo, houve mérito deles por parte do jogo que fizeram [na última jornada], mas também houve demérito da nossa parte".

Que jogadores destaca no Rangers?

"A dinâmica coletiva da equipa é o mais importante. Podíamos falar da profundidade dos laterais ou do meio-campo robusto, composto pelos três homens. É uma equipa muito interessante, combativa, agressiva e, normalmente, um adversário que não seja muito móvel pode ter dificuldades. Estamos à espera das mesmas situações, jogadores e dificuldades que tivemos no primeiro jogo. O nosso trabalho é fazer uma melhor partida".

O FC Porto sem Marega é mais previsível?

"Depende de como vemos as coisas, quando ele jogava éramos previsíveis, agora que não joga também o somos. Não é por aí. Evidentemente que tem tudo a ver com as características das equipas e dos jogadores que enfrentamos. Muitas vezes dita uma coisa, começa a ser verdade. Penso eu que o Marega não falhou nenhum jogo europeu e no campeonato somos uma equipa que faz muitos golos e sofre poucos. Em casa, temos 13 golos marcados e zero sofridos. Tem a ver com a dinâmica da equipa e não de um só jogador".

Quando diz que é preciso fazer mais para vencer o Rangers, quer dizer o quê?

"Tem a ver com a estratégia, tática, está tudo associado. A forma como pressionamos no jogo em nossa casa não foi a melhor, demos espaços e deixamos que eles saíssem confortáveis, sendo que também não fomos eficazes no nosso terço ofensivo. Nisto quero dizer eficazes para criar dificuldades à defesa do Rangers".

Está à espera de um ambiente fervoroso no Ibrox Stadium?

"Claramente. Nos últimos anos o nosso clube está habituado a estar na Liga dos campeões e temos todo o gosto em estar numa competição na Liga Europa, até porque num passado recente a vencemos. A paixão dos nossos adeptos e do nosso clube não fica nada atrás dos adeptos do Rangers, penso que já joguei aqui uma vez e sei como é um ambiente apaixonante. Nós também assim o somos no [Estádio do] Dragão e não invejo nenhum outro clube no mundo".

Muitas mexidas no onze? Gerrard afirma que a pressão está do lado do FC Porto

"Uma equipa que não perde há 14 jogos em casa para as competições europeias [o Rangers], não sei se será bem assim. Não tenho de responder ao que o treinador adversário disse, ou se somos ou não favoritos. Eu olho para o momentos dos jogadores, olho para a equipa, assim como os momentos menos bons que tivemos no Dragão e, a partir daí, escolho a equipa que julgo ser a melhor", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.