Record

Sokota confirmado

PC DEMORA A OFICIALIZAR MAS CROATA TEM ACORDO PARA QUATRO ANOS

Tomo Sokota é mais um reforço às ordens de Co Adriaanse. O avançado internacional, que nas últimas quatro épocas esteve ao serviço do Benfica, chegou a acordo com os dragões, e hoje mesmo o seu empresário regressa ao Porto para se reunir com a administração da SAD
Sokota confirmado • Foto: Fotomontagem/ROL
Tomo Sokota já é jogador do FC Porto. Não adianta pensar o contrário perante a ausência da voz oficial a confirmá-lo, pois o acordo está feito. E selado. É válido por quatro temporadas, sendo que a última, em princípio, ficará “presa” por uma cláusula de opção que a FC Porto/SAD exercerá ou não. O croata, em fim de contrato com o Benfica, não hesitou em aceitar o convite dos dragões quando decidiu não continuar na Luz. Foi preciso esperar pelo fim do ano de 2004, pois a seis meses do termo do vínculo, qualquer jogador pode negociar uma transferência. Durante esse período, recorde-se, passou cinco meses de calvário, com o afastamento para a equipa B dos encarnados.

Mas nada o iria impedir de assinar pelo clube onde mais deseja jogar. Para além disso, os exames médicos que já realizou não inviabilizaram a contratação, pelo que regressou à Croácia com tudo resolvido. E tudo, essencialmente, é o contrato. Os restantes pormenores, insignificantes, ficaram nas mãos de Zoran Stojanovic. O empresário, antigo jogador que colocou em 1998 Milovanovic no V. Guimarães como parte do negócio da transferência de Nuno para o Corunha, regressa hoje ao Porto para se reunir com Pinto da Costa.

A mais valia de Tomo para o ataque portista

A contratação de Tomo Sokota vem preencher um espaço que estava em aberto no ataque dos dragões. Sendo um jogador combativo e forte na área, o internacional croata dá a Co Adriaanse soluções que não tinha no plantel. Tanto Hélder Postiga como McCarthy ou Bruno Moraes são avançados móveis. Do que se conhece de Lisandro López, trata-se de um jogador rápido que se sente mais à vontade como segundo ponta-de-lança.

Assim, é fácil perceber que Sokota dará uma nova dimensão ao ataque. O croata tanto pode alinhar sozinho na frente ou formar dupla com outro companheiro, como acontece na selecção com Dado Prso. O único senão tem a ver com o tempo de paragem a que esteve sujeito na Luz. Há mais de meio ano sem jogar ao mais alto nível em Portugal, o dianteiro aproveitou as oportunidades na equipa B do Benfica para se manter em competição.

Segundo croata na rota do dragão

Aí está o segundo jogador croata a vestir a camisola do FC Porto. O primeiro foi Silvio Maric, contratado ao Newcastle, em 2000/01. Só que uma grave lesão contraída frente ao Anderlecht, na pré-eliminatória da Liga dos Campeões, comprometeu-lhe a carreira no FC Porto. Curioso o facto de os dois terem defrontado os azuis e brancos em 1998/99, pelo Croácia Zagreb, também para a “Champions”. Refira-se ainda que pelos portistas já passou um treinador croata. E por duas vezes: Tomislav Ivic.

Um golo em cada três jogos na Liga

A terminar a sua quarta época no futebol português, Sokota tem uma média que ronda um golo por cada três jogos. Não se pode dizer que seja brilhante, mas, ainda assim, trata-se de uma marca apreciável. E até poderia ser bem melhor não fossem alguns problemas com lesões e ultimamente o afastamento da equipa do Benfica. Em 60 encontros na SuperLiga, o internacional croata marcou 21 golos. A sua melhor temporada foi em 2003/04. Disputou 29 jogos, tendo apontado 11 tentos. Esta época, até ser relegado para a equipa B, contabilizava quatro golos em 11 jogos.
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

M