'Speaker' do FC Porto suspenso 30 dias, Luís Gonçalves com processo disciplinar

Conselho de Disciplina aguarda relatório policial para atuar sobre invasão de adepto

Fernando Saul Sousa, 'speaker' do FC Porto, foi suspenso por 30 pelo Conselho de Disciplina (CD), conforme se pode ler no mapa de castigos divulgado esta terça-feira. A punição é explicada pelo relatório dos delegados da Liga que estiveram no clássico de sexta-feira com o Benfica: "O agente à porta da cabine do árbitro, gritou por várias vezes as seguintes palavras: 'Estamos fartos de ser roubados!'".

Luís Gonçalves, diretor-geral da SAD portista, que foi expulso por Jorge Sousa após o final do jogo, foi alvo de um processo disciplinar.

Tal como Record tinha antecipado, o CD não tomou qualquer medida relativamente à invasão do adepto portista que empurrou Pizzi. Tudo porque aguarda pelo relatório policial do clássico, bem como de outros sete encontros, incluindo o também quente Académica-Famalicão, da 2.ª Liga.

Tiago Pinto, diretor-geral do futebol do Benfica que também foi expulso, foi multado em 230 euros, pois "pontapeou a bola para longe, após aquela ter saído do terreno de jogo, provocando uma altercaçâo junto dos bancos dos técnicos", como descreveu o árbitro Jorge Sousa.

O clássico motivou também mais multas para o FC Porto (3.825 euros pelo uso da aparelhagem sonora durante a partida e mais), Sérgio Conceição (383 euros) e o adjunto Vítor Bruno (também 383 euros), ambos por não terem a braçadeira num local visível.

Por Sérgio Krithinas
23
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.