Super Dragões atacam César Boaventura e falam em estratégia para fazer cair Fontelas Gomes

Claque azul e branca reagiu às acusações de que tem sido alvo e negou ligações à Guerin

• Foto: Lusa

Os Super Dragões emitiram, esta segunda-feira, um comunicado a regir às acusações de César Boaventura, que havia questionado quantos elementos da Guerin, empresa de aluguer de automóveis que garante o transporte dos árbitros, pertenceriam à claque azul e branca. 

Num longo texto, os Super Dragões negaram qualquer ligação com a referida empresa e apontaram que existe um movimento para "descredibilizar e fragilizar o Conselho de Arbitragem" e fazer cair Fontelas Gomes, líder do organismo. 

Além disso, a claque do FC Porto acusou César Boaventura de "fetichismo" e de "não concretizar uma única afirmação", num ato de "alguém desesperado e que sujeita a tudo se para sobreviver".


Leia na íntegra o comunicado dos Super Dragões:

 
"No futebol português está montada uma estratégia para descredibilizar e fragilizar o Conselho de Arbitragem (CA), com o objectivo de fazer "cair" Fontelas Gomes e restante elenco. A quem interessa esta "queda"? Quem ataca desde a primeira hora este CA? Quem morre de saudades pelo anterior presidente e seus fieis parceiros? Quem viu alguns dos seus seguidores a serem relegados, por manifesta incompetência, para categorias inferiores da arbitragem, depois da entrada em funções deste CA?

Com a estratégia montada e pensada, é sempre necessário ter um idiota útil que se preste ao papel de levar a carta a Garcia....e eis que surge César Boaventura!

Há muito sabemos que este empresário de jogadores de futebol que, segundo o mesmo, nunca ganhou dinheiro com o slb (como será que paga as contas de telemóvel?), tem uma espécie de fetiche connosco. Por todos os meios, procura saber sobre o que falamos ou discutimos nos nossos grupos de redes sociais, e, dando largas ao seu aparente fetichismo, consegue alegados prints de conversas. Antes isso do que adormecer, sabe-se lá em que estado, num qualquer bar da Pracinha em Vila do Conde.

Mas como o seu fetiche parece não ter limites, num dos seus últimos posts, aquele que é acusado por diversos jogadores de os ter aliciado para perder jogos frente ao slb, deixa duas questões sobre elementos dos Super Dragões. Questiona quantos motoristas da Guerin são parte integrante do nosso grupo, e quem alegadamente nos informa das moradas e hotéis dos árbitros.

Relativamente à primeira dúvida, que seja do conhecimento da Direcção, nenhum dos nossos elementos exerce a profissão de motorista na Guerin.

A insinuação é cobarde porque nada concretiza e lamentável porque cria um manto de suspeita em redor de todos os motoristas da Guerin, que seguramente têm família e filhos para sustentar. É disparatada porque, desde que tenha habilitação legal, qualquer cidadão pode ser motorista destas viaturas (infelizmente, no mundo do futebol, nem sempre isto acontece). Mas não é surpreendente porque seguramente se trata de mais um fetiche, desta vez com motoristas. Será com o "Zé do Benfica", o motorista de Luís Filipe Vieira condenado por tráfico de droga, mas que o presidente encarnado nunca "sube" de nada? Ou será antes com Ramiro Viana, seu motorista de longa data, o qual fez diversas revelações nas redes sociais sobre o seu anterior patrão, mas que por artes mágicas voltou ao leito patronal? 

Em relação à segunda questão, mais uma vez, aquele a quem Luís Filipe Vieira dá conselhos de vestuário, não é capaz de concretizar o que quer que seja, lançando apenas poeira para os olhos das pessoas. É absolutamente falso que alguém informe os Super Dragões sobre os hotéis onde os árbitros ficam hospedados. É absolutamente falso que algum árbitro tenha sido incomodado por algum elemento da nossa claque. Aliás, na famigerada "invasão à Maia", da qual continuamos a desconhecer qualquer queixa, investigação, identificação ou acusação, é bom não esquecer que no próprio dia dos alegados factos, o líder Fernando Madureira falou aos órgãos de comunicação social junto ao centro de treinos da Maia, numa demonstração clara de boa fé e de que qualquer acto menos correcto jamais seria tolerado pela claque.

Por muito que queiram dizer o contrário, nunca nenhum elemento dos Super Dragões ou outro portista, foi julgado pela prática de crimes de ameaça ou coação a árbitros e suas famílias. Pelo contrário, vários adeptos do slb foram condenados por perseguir e ameaçar o árbitro Jorge Sousa e a sua família, um adepto benfiquista foi julgado e condenado por agressão a Pedro Proença no CC Colombo, e todos assistimos à invasão de campo do famoso "Diabo de Gaia" que agrediu um árbitro auxiliar.

Esta é a verdade dos factos e não a realidade alternativa que alguns procuram criar. Uma realidade baseada na deturpação, mentira, calúnia e essencialmente cobardia.

Na cobardia de alguém que se apresenta ao Mundo como um justiceiro ou "Zé do Telhado" mas que, como já referido, não concretiza uma única afirmação. Basta recordar que ainda na semana passada, disse que ia revelar quem tinha sido o autor de uma denúncia anónima que envolvia o FC Porto, mas nada revelou. Essa e muitas outras que apenas existem na cabeça de alguém desesperado e que se sujeita a tudo para sobreviver. Alguém sem domicílio próprio, sem viatura particular para poder circular, sem licença para trabalhar, com queixas registadas contra si pelos próprios familiares, alguém sem honra nem palavra.

Terminamos apelando ao bom senso de todos.

Faltam quatro jornadas para o final do campeonato, para alguns parece valer tudo, mas para nós, a única coisa que interessa, é ganhar as cinco partidas que faltam e que nos podem valer dois títulos. É tão simplesmente isso que temos em mente!

A Direção"

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.