Record

Víctor García quer fazer história entre os venezuelanos

LATERAL FOI A SURPRESA NA EQUIPA PRINCIPAL

Víctor García realizou sonho no Dragão
Víctor García realizou sonho no Dragão • Foto: manuel araújo

O jovem Víctor García foi um dos destaques do onze do FC Porto que subiu ao relvado no sábado à noite, em pleno Estádio do Dragão, para defrontar o Trofense, na estreia dos azuis e brancos na Taça de Portugal 2013/2014. O menino de Cúa, que assinou pelos dragões em janeiro deste ano, teve finalmente uma oportunidade na equipa principal e não deixou os seus créditos por mãos alheias, fazendo uma exibição agradável.

No início do ano, Víctor Garcia, então com 18 anos, trocou a equipa de seniores dos venezuelanos do Deportivo La Guaira (da 2.ª divisão) pelos juniores do FC Porto, com o sonho de se tornar num dos poucos jogadores do seu país a brilhar num grande clube europeu. Dez meses depois, a aposta começa a ser justificada, com Paulo Fonseca a dar ao lateral direito os primeiros minutos no plantel principal dos dragões.

Indiscutível nos juniores e na equipa B

O jovem defesa venezuelano demorou algum tempo na adaptação ao ritmo do futebol português e só fez a estreia na equipa de juniores do FC Porto a 13 de abril, em jogo da fase final do campeonato nacional do escalão. O primeiro jogo foi suficiente para convencer e García não mais falhou a titularidade, somando os 90 minutos em todos os jogos até ao final da temporada.

Na primeira época como sénior do FC Porto, a história tem-se repetido, mas ao serviço da equipa B, que vai seguindo na segunda posição da 2.ª Liga. Em 10 jornadas, Víctor García foi titular em oito e jogou os 90 minutos em sete, uma prova de que as qualidades do sul-americano são totalmente reconhecidas pelo técnico Luís Castro.

Estreia na equipa principal foi "enorme alegria"

As boas exibições do lateral no segundo escalão do futebol português valeram-lhe a aposta de Paulo Fonseca, que não hesitou em dar ao venezuelano oportunidade de se estrear na equipa principal frente ao Trofense, logo com o estatuto de titular.

O bom momento de Víctor García no Dragão tem atravessado rapidamente o Atlântico e feito crescer água na boca dos adeptos venezuelanos, eufóricos com a rara ascensão de um jogador local num grande clube europeu. Dos 42 jogadores que representaram a Venezuela durante a fase de qualificação para o Mundial de 2014, só 15 jogam na Europa e nenhum em clubes que disputam a Liga dos Campeões. García, internacional pela seleção de sub-20, corre fortes riscos de ser o primeiro.

A caminhada do jovem Víctor García no Dragão está apenas a começar, mas a manter os níveis exibicionais desta temporada, a “grande alegria” que viveu no sábado à noite pode ter sido apenas a primeira de muitas…

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

M