Villas-Boas e um regresso ao FC Porto: «Não foi por falta de convites de Pinto da Costa»

Treinador do Marselha não diz ser impossível, mas sublinha "equipa é muito bem liderada por Sérgio Conceição"

• Foto: Ricardo Jr

Villas-Boas já votou este sábado nas eleições do FC Porto e falou aos jornalistas sobre a situação do clube e os convites de regresso

Jogos à porta fechada: "Não é que os estádios em Portugal estejam cheios, mas é um fator determinante, é uma tristeza vivermos um momento como este, futebol é união e estar afastado dos estádios custa. Mas a saúde é o mais importante, há que respeitar estas decisões. Que se resolva e que as pessoas possam regressar o mais depressa possível".

Campeonatos dados como terminados: "Parou o campeonato francês, o holandês, belga e escocês. Neste caso em particular saiu bem ao Marselha, porque eramos segundos classificados. São decisões que me ultrapassam completamente. São decisões que temos de respeitar. França não foi o único país que parou. Saiu-nos essa qualificação para a Liga dos Campeões, que reflete um pouco o que foi o nosso campeonato que foi brilhante.

Regresso ao FC Porto ainda como treinador? "Impossível não é, não foi por falta de convites por parte do presidente Pinto da Costa... Tendo em conta os quatro anos que ainda vejo como treinador, um ano como treinador do Marselha, e depois uma experiência mais exótica no Brasil ou no Japão, como já vos tinha dito, fica difícil. O amor que me une a este clube não torna impossível, mas a equipa é muito bem liderada por Sérgio Conceição. Que continue assim, o presidente também o deseja".

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de FC Porto

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0