Identificação das mediadas de segurança deve permitir que o Gil Vicente jogue em casa

Estádio Cidade de Barcelos volta a receber vistoria esta quinta-feira

Apesar de a primeira vistoria efetuada pela Federação Portuguesa de Futebol e pela Direção-Geral da Saúde ter indicado que o Estádio Cidade de Barcelos não estava apto para receber encontros até ao fim do campeonato, o Gil Vicente mantém a expectativa de poder voltar a jogar em casa.

Para além do recinto ser considerado de nível 1, o Gil Vicente acredita que as retificações solicitadas podem ser facilmente solucionadas. De acordo com informação recolhida por Record, o maior problema do Estádio Cidade de Barcelos estava relacionado com a identificação das medidas de segurança, nomeadamente o uso de autocolantes para a marcação do trajeto e a indicação dos locais onde se encontra o gel desinfetante. Para além disso, o Gil Vicente ficou ainda a saber que precisava de proceder à remoção de uma marquesa e de fechar por completo uma porta de acesso a uma sala perto da zona técnica.

Tendo em conta que as medidas mencionadas não são propriamente complexas em termos de resolução, o Gil Vicente confia que na próxima vistoria, agendada para esta quinta-feira, a FPF e a DGS já vão autorizar a realização de jogos no Estádio Cidade de Barcelos. Esta medida tem especial impacto na medida em que o Famalicão também já tinha acordado jogar o que falta do campeonato em Barcelos.

Por Diogo Matos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Gil Vicente

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0