Vítor Oliveira: «Não haver público é quase matar o futebol»

Treinador do Gil Vicente deixou o alerta para que não haja facilitismos no regresso dos galos à competição

• Foto: Luís Vieira / Movephoto

Vítor Oliveira considera que a ausência de público nos palcos da Liga NOS “é quase matar o futebol”. Assumindo que todas as equipas partem em igualdade de circunstâncias depois da paragem provocada pela pandemia, apesar da diferença de valor e de condições entre os clubes, o técnico abordou as condicionantes que as equipas enfrentarão.

“Uma das dificuldades tem a ver com o nível físico. Tivemos quase dois meses de férias e depois treinámos 15 dias, que me parece pouco. Não fizemos uma coisa que considero importante: os jogos particulares que antecedem o início da época. Para além disso, também teremos de ter atenção às lesões e, por fim, não ter público nos estádios é quase matar o futebol”, afirmou o técnico, que defrontará o clube que representou pela última vez entre 2016 e 2018.

Apesar de o Gil Vicente estar a ser um dos grandes destaques da presente edição da Liga NOS - os minhotos somam 30 pontos -, Vítor Oliveira assegurou, na antevisão do jogo com o Portimonense, que a sua equipa não vai facilitar nem relaxar no regresso da competição.

“Nós não temos a permanência garantida. Não vamos dizer que está muito difícil de a conseguir, mas temos exemplos de equipas que estavam quase a conseguir e depois acabaram por não atingir o objetivo. Penso que isso não vai acontecer aqui no Gil Vicente, mas é importante que não facilitemos. Às vezes damos as coisas por consumadas e andamos com as calças na mão sem necessidade”, sublinhou.

Por Diogo Matos
1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Gil Vicente

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0