Factos e números do Marítimo-Sporting

Os dados mais relevantes da partida

• Foto: Hélder Santos

Registo. Cinco anos depois, o Marítimo voltou a vencer o Sporting. A última vez havia sido a fevereiro de 2013, então em Alvalade (1-0, golo do sul-coreano Suk). Curiosamente, nessa equipa madeirense figurava um atual leão – o guardião Salin.

Fragilidade. Os leões voltaram a sofrer um golo de bola parada (Joel, aos 31’). Dos 23 golos sofridos no campeonato, 11 deles (48 por cento) foram na sequência deste tipo de lances.

Sacrificado. Fábio Coentrão voltou a ser substituído. Nos últimos dez jogos, o lateral foi sacrificado por oito vezes. Aliás, é a sétima partida consecutiva em que, após ser titular, Jorge Jesus o retira de campo.

Sequência. Após o empate no dérbi com o Benfica, o Sporting voltou a não conseguir vencer na Liga. Há oito meses que os leões não estavam duas jornadas consecutivas sem triunfos (7ª jornada, 1-1 com o Moreirense; 8ª jornada, 0-0 com o FC Porto).

Goleador. Bas Dost apontou ontem o 34º golo na época – o 27º no campeonato. O holandês terminou no 2º lugar na lista de melhores marcadores do campeonato, atrás do benfiquista Jonas (34 golos).

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0