Daniel Ramos: «A equipa ganhou confiança, saiu de um 'buraco' difícil de sair»

Treinador dos madeirense comenta vitória sobre Feirense

• Foto: Hélder Santos

Daniel Ramos elogiou a forma como a sua equipa jogou na 2.ª parte do encontro com o Feirense, que venceu por 4-1. 

"(Da primeira para a segunda parte) mudou a iniciativa, de se fazer algo de diferente que não estávamos a fazer na primeira parte. Estávamos a demorar muito tempo para que a bola chegasse aos homens da frente. Estávamos a complicar, ao tentar passar pelos primeiros homens que estavam a defender, mais os dois médios do Feirense, que estavam a complicar bem a nossa saída e não estávamos a conseguir ter jogo entrelinhas, com qualidade, nem procura de profundidade e estávamos ainda lentos na circulação corredor a corredor. Tudo isso foi alterado na segunda parte. É claro que o golo ajuda, mas temos vindo a trabalhar muito sobre esse aspeto, que não estávamos a conseguir implementar no jogo. Na segunda parte, fizemo-lo com muita qualidade. Fomos mais objetivos, tivemos mais iniciativa nas nossas ações e a bola chegou muitas mais vezes ao ataque", afirmou o treinador dos insulares.

"O golo ajudou, mas trabalhámos muito para isso. Fizemos uma excelente segunda parte, das melhores que já fizemos aqui em casa. A vitória é justíssima. Estamos a ser uma equipa que cria muitas oportunidades, que está a conseguir golos e queremos manter este registo. A equipa ganhou confiança, saiu de um 'buraco' difícil de sair. Passámos dificuldades, soubemos viver com elas, mas ultrapassámo-las com muito mérito. Não queremos passar por situações idênticas", referiu ainda, deixando também uma palavra de apreço aos adeptos: "um muito obrigado a quem nos apoiou e a quem nos tem vindo a apoiar, não só agora, como nos momentos complicados, porque eles percebem que nunca deixámos de trabalhar e de querer"

Comentários sobre o prémio Treinador Revelação, em que esteve nomeado, mas que Nuno Manta Santos venceu. 
"Não quis ser, de forma alguma, arrogante. O prémio foi entregue. Não tenho muito mais a acrescentar. O Nuno é muito boa pessoa, é bom treinador. Peço desculpa se fui indelicado. Apenas quis ressalvar que, por vezes, não são só os vencedores que ganham, mas também todos os outros que conseguiram prestações positivas."

Comentário sobre o clima de suspeição que se vive atualmente no futebol português. 
"Sou 'super' defensor de um clima mais saudável, menos de suspeição e mais de tranquilidade, porque não é nada agradável. Acho lamentável que se coloque em dúvida a seriedade dos jogadores e o trabalho deles e dos treinadores. Eu acredito que cada equipa, jogadores e treinadores, defende a sua instituição."

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.