Daniel Ramos: «Prémio não é só meu»

Reparte com estrutura distinção de melhor treinador do mês

• Foto: Hélder Santos

Daniel Ramos foi eleito como melhor treinador do mês de setembro, numa votação promovida pela Liga, com 51 por cento dos votos e fez questão de repartir os louros.

"Tenho de agradecer a quem votou em mim. É claramente um prémio que não é só meu, mas do Marítimo, da equipa técnica, jogadores, staff, estrutura diretiva e de todos os maritimistas. A união faz a força e juntos somos mais fortes. E todos trabalharam no mesmo sentido. Dedico o prémio a toda esta gente e sei que o Charles (melhor guarda-redes) e o Bebeto (melhor defesa) também o fazem", salientou.

Na abordagem da visita a Setúbal, o técnico do Marítimo revelou que Bebeto não foi convocado por não estar a cem por cento, e espera que a sua equipa passe a ser tão forte fora como nos Barreiros. "Fundamentalmente, é uma questão de mentalidade. Temos de ser mais audazes e menos uma equipa de espera. Queremos, pelo menos, aproximar-nos daquilo que somos quando jogamos em casa", referiu.

Daniel Ramos lamentou ainda não poder contar com Erdem Sen e Ricardo Valente, por castigo. "A expulsão do Erdem podia ser evitada. Já na do Ricardo houve claramente excesso de zelo da parte da equipa de arbitragem", considerou.

Por Gonçalo Vasconcelos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0