Dyego Sousa ouvido sexta-feira pelo Tribunal Arbitral do Desporto

Jogador aguarda decisão final sobre caso de agressão a árbitro-assistente em julho de 2016

• Foto: Hélder Santos

O futebolista Dyego Sousa, do Marítimo, punido com nove meses de suspensão após o jogo da pré-época com o Tondela, vai ser ouvido na sexta-feira pelo Tribunal Arbitral do Desporto (TAD), disse esta quinta-feira o Sindicato dos Jogadores (SJPF).

O departamento jurídico do SJPF apresentou junto do Tribunal Arbitral do Desporto (TAD) uma providência cautelar que permitiu a suspensão da pena aplicada ao jogador, aguardando pela decisão final sobre o recurso interposto.

"O SJPF considera manifestamente excessiva a sanção de nove meses aplicada ao jogador, atendendo aos factos e ao prejuízo para o exercício da sua atividade profissional, permanecendo ao seu lado nesta etapa decisiva", refere o sindicato em comunicado.

Em causa está um jogo particular com o Tondela, realizado em julho de 2016 e no qual o jogador brasileiro agrediu o árbitro-assistente Eduardo Alves, depois de não concordar com uma decisão, tendo inicialmente sido suspenso preventivamente por 30 dias.

Dyego Sousa, de 27 anos, que após a providência cautelar interposta pelo SJPF voltou às opções do Marítimo em dezembro de 2016, para a receção ao Feirense, será ouvido pelo Tribunal Arbitral do Desporto pelas 14:30 de sexta-feira.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0