Marítimo impugna fecho da 2.ª Liga no TAD e tenta bloquear subidas e descidas

Verde-rubros quebram acordo que cumpriu condições para o regresso ao ativo da 1ª Liga

• Foto: Hélder Santos

O Marítimo recorreu ao Tribunal Arbitral do Desporto no sentido de impugnar a decisão de suspender definitivamente a 2ª Liga, tomada a 5 de maio, e que teve como consequência direta a subida de divisão de Nacional e Farense.

O emblema verde-rubro fez a sua contestação dar entrada a 15 de maio, tendo como demandada a Liga, ficando como contra-interessados precisamente os dois principais beneficiários da decisão. Em paralelo, e além da referida "suspensão definitiva", o clube dos Barreiros denuncia ainda o "Fundo de Apoio à Tesouraria em resposta à Covid-19", bem como a decisão de 7 de maio sobre o "Regulamento do Fundo de Apoio à Tesouraria em resposta à Covida-19".

O presidente Carlos Pereira quebra assim o entendimento alcançado entre os clubes do futebol profissional no sentido de satisfazer as exigências das entidades oficiais para o regresso do futebol, colocando desta forma em xeque a possibilidade de o Nacional regressar à 1ª Liga, o que teria implicações direta na distribuição dos apoios concedidos pelo Governo Regional, com prejuízo financeiro dos verde-rubros.

47
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0