Nuno Manta: «Se fico com medo quando o lenço branco aparece não posso ser treinador»

Técnico entende contestação dos adeptos mas diz ter condições para continuar

• Foto: Hélder Santos

Nuno Manta estava naturalmente desiludido com o desaire do Marítimo este domingo, em casa, com o Belenenses SAD. O técnico diz entender a contestação dos adeptos, mas não vai atirar a toalha ao chão.

Ingrato
"Foi um jogo ingrato para o Marítimo, que entrou a controlar o Belenenses, até que eles fizeram o golo, num canto direto, o que destabilizou a nossa estratégia. Criámos situações de finalização e chegámos perto da área do Belenenses, mas não fizemos o golo da igualdade ainda na primeira parte e, depois, mais uma vez num lance de bola parada, sofremos o segundo golo."

Mudança de atitude
"Na segunda parte, mudámos a atitude, o empenho, as dinâmicas em termos de verticalidade e intensidade do nosso jogo e encostámos o Belenenses à sua área. Fizemos o 2-1 muito cedo. Fomos criando situações e não conseguimos fazer o golo da igualdade."

Desilusão
"Num livre direto, o Belenenses fez o 3-1 e nós procurámos reduzir a desvantagem. Não foi possível. Não era isto que tínhamos planeado, depois da vitória em Paços de Ferreira. Queríamos continuar o ciclo de vitórias em casa."

Contestação dos adeptos
"Tenho de aceitar. Se queremos que o Marítimo ganhe todos os jogos e não há resultados, normalmente, o treinador é o responsável por isso e eu assumo essa responsabilidade."

Lenços brancos
"Claro que sinto [condições para continuar]. Sinto o trabalho diariamente para o Marítimo ser mais forte e evoluir. Se fico com medo quando o lenço branco aparece, não posso ser treinador".

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.