Período negro acentuado pelos 18 golos sofridos

Insulares estão em queda livre

• Foto: Hélder Santos / Aspress

Com a derrota em Vila do Conde, subiu para oito o número de jogos do Marítimo sem ganhar na Liga NOS, o que se repercute logicamente na tabela classificativa. Sintomático é o rendimento da defesa, outrora o baluarte dos verde-rubros: 18 golos sofridos nesse período, mais de dois por jogo.

A última vitória aconteceu a 11 de dezembro, na receção ao Sp. Braga (1-0, golo de Zainadine), quando a equipa somente tinha consentido 10 golos. Daí para cá foi o descalabro, pois o Marítimo sofreu mais... 18, seis deles nas últimas duas jornadas (0-3 com Portimonense e os mesmos números com o Rio Ave). Já em matéria de golos marcados nesta fase negra, o registo também não é famoso, pois foram apenas 3.

É com este cenário que o técnico Daniel Ramos, naturalmente numa posição mais fragilizada, procura dar a volta ao texto. E o jogo de sábado, no terreno do Aves, é mais um teste importante para uma equipa sob brasas.

Fora deste jogo vai ficar o lateral-esquerdo Fábio China, expulso com duplo amarelo na última jornada. Já Edgar Costa e Ghazaryan continuam a recuperar de lesões.

Entretanto, Filipe Oliveira voltou ontem a jogar pela equipa B, tal como o jovem lateral-direito Nanú. A equipa principal volta esta manhã ao trabalho, em Santo António.

Por Gonçalo Vasconcelos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.