Zainadine: «Não foi um ponto ganho, perdemos dois pontos»

Defesa do Marítimo afirma que o empate diante na receção ao Marítimo "sabe a derrota"

• Foto: Hélder Santos

O Marítimo empatou (1-1) na receção ao Vitória de Setúbal, em jogo a contar para a 25.ª jornada, num encontro que a formação maritimista viu ser-lhe anulados dois golos.

No final do encontro, Zainadine afirmou que a equipa entrou "bem" na partida, onde chegou a dominar, mas o que realmente fica registado no final é que os marítimistas perderam dois pontos.

"Não foi um ponto ganho, perdemos dois pontos. Entrámos bem, dominámos, fizemos dois golos, mas foram anulados. Continuámos a fazer o que temos treinado, mas o Hildeberto, naquela arrancada, conseguiu assistir para o golo. Este empate sabe a derrota", começou por referir o defesa do Marítimo.

Jogar sem público presente

"Temos de continuar a trabalhar e a honrar o nosso clube e os adeptos que sempre nos têm apoiado. Sentimos a falta deles, fazem falta. Sem público, o futebol não é a mesma coisa. Eles transmitem uma energia positiva. Agora, é trabalhar para conseguir os três pontos na próxima jornada."

Cabeça já no próximo jogo

"Este campeonato recomeçou agora e estamos todos em pé de igualdade. O FC Porto é grande equipa, com grandes jogadores e um bom plantel. Vamos fazer de tudo para conseguir os três pontos [na próxima jornada], que é o que interessa", finalizou.

Por Record com Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Marítimo

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0