Ricardo Soares: «Podíamos ter feito mais golos»

Técnico do Moreirense na análise ao triunfo (2-0) sobre o Farense

• Foto: José Gageiro/Movephoto

O Moreirense iniciou este domingo mais uma presença na Liga NOS com um triunfo (2-0) na receção ao Farense. Após a partida, o técnico da equipa de Moreira de Cónegos mostrou-se agradado com o resultado e com a exibição, deixando elogios aos seus atletas.

"Entramos muito bem no jogo, fizemos o 1-0 numa excelente jogada e podíamos ter feito o segundo golo logo a seguir. Depois, o adversário começou a fazer saída a três, havia um mau posicionamento no lado direito, com o Luca, que vem de uma realidade diferente e uma paragem muito grande, que nos criou alguma instabilidade. Prevaleceu a nossa organização defensiva, recordo duas situações perigosas do nosso adversário. Se o Farense tivesse apontado o empate o jogo podia ter-se transformado, mas tínhamos força para reverter a situação. Entramos muito fortes na segunda parte, fomos pragmáticos, objetivos e eficazes. Podíamos ter feito mais golos, é verdade mas é um bom indicador não termos concedido qualquer oportunidade no segundo tempo. A vitória é inteiramente para os jogadores", afirmou Ricardo Soares em conferência de imprensa.

Expulsão facilitou

"A partir do momento em que o Farense ficou com menos um fizemos a circulação de bola muito bem durante alguns minutos, tivemos algumas boas situações para marcar o terceiro golo, mas depois houve algum desconforto porque também tivemos de defender. Podíamos ter tido mais posse de bola, mas o adversário jogou por onde nós quisemos".

À espera de reforços

"Temos consciência que saíram muitos jogadores daqueles que eram habitualmente primeiras escolhas. Os que vieram chegaram de uma realidade diferente, depois de longas paragens, e isso tem os seus custos. Temos de ter paciência com eles. Temos de ter muito trabalho, sacrifício e paciência com esses jovens. Estou à espera de jogadores, precisamos de vários reforços, a direção sabe disso. Precisamos de dotar a equipa de outro tipo de características para nos tornarmos mais fortes. Temos consciência que é preciso vir bastante gente para criar mais competitividade no plantel. Estamos à espera de reforços, a direção é que pode responder de forma mais afirmativa".

Lesões e castigos

"Tivemos três lesões para algum tempo: o Kevin, que teve uma lesão que já vinha; o Derik que tinha sempre a sair o ombro, já devia ter sido operado antes no clube anterior; depois o Sori Mané que sozinho fez uma rotura de ligamentos para seis meses. Depois, temos o Ferraresi, a cumprir dois jogos de castigo, o Yan com uma mialgia de esforço e o Abdu Conté que vai estar de fora dois ou três jogos devido a uma lesão muscular".

Estreia de Pedro Amador

"É uma excelente contratação que o Moreirense fez. É um jogador que dá todas as garantias. É uma boa dor de cabeça ter dois laterais com estas características. Quem estiver melhor é que vai jogar".

Ausências de Djavan e Luiz Henrique do banco

"O clube faz opções. Não vieram a jogo porque entendemos que não deviam vir".

Fábio Abreu

"É um activo do clube. Da mesma forma que estamos à espera de jogadores, não me passa pela cabeça perdê-lo. Mas, o mercado é que dita as leis, se aparecer uma boa proposta a Administração pode tomar uma decisão. Só tenho um avançado disponível, o Fábio. Feliz do treinador que pode contar com um jogadores da qualidade dele porque é um excelente jogador. Tem uma capacidade de trabalho tático fantástico. O futuro dele vai ser bom".

O resumo do Moreirense-Farense: golos, casos e ainda outros lances

Por Record
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Moreirense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.