Record

Assinatura Digital Premium Saiba mais

Costinha ainda tem muito trabalho

O Estoril impôs primeira derrota desta pré-época a uma formação dos alvinegros em evolução

• Foto: Fernando Ferreira
O Nacional foi até à Amoreira para defrontar o Estoril e saiu de lá com a primeira derrota (2-1) desta pré-temporada, num jogo em que ambos os técnicos se mostraram satisfeitos com as suas formações.

A equipa da casa entrou muito personalizada e, desde cedo, começou a criar perigo junto da baliza de Daniel Guimarães. Foi com naturalidade que o Estoril chegou à vantagem, depois de uma boa jogada de entendimento, Dadashov isolou Aylton, que picou por cima do guarda-redes adversário.

O jogo estava dividido em termos de posse de bola, mas com uma pequena (grande) diferença: o Nacional rondava a área adversária, mas raramente criava perigo, enquanto o Estoril, com mais critério, ameaçava o segundo.

Dadashov era quem mais se destacava e por duas vezes esteve muito perto de dilatar a vantagem. O golo acabou por aparecer, com Sandro Lima a finalizar da melhor forma um bom cruzamento de Aylton, colocando o marcador em 2-0, resultado com que os jogadores recolheram aos balneários.

Na segunda parte Costinha mudou 10 jogadores que entraram mais agressivos e com mais iniciativa. As oportunidades iam surgindo e o Nacional acabou por reduzir, aos 72 minutos, por intermédio de Júlio César, que fez o 2-1 com que soou o último apito.

Costinha contente com entrega

Apesar da derrota, o técnico do Nacional saiu satisfeito com a equipa, mas admitiu que ainda é preciso melhorar: "Tivemos pela frente uma boa equipa. Perdemos e ainda temos muito trabalho pela frente. Mas os jogadores saem daqui exaustos e isso deixa-me muito satisfeito."
Por Pedro Filipe Pinto
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

M M