Manuel Machado: «Não podemos perder mais pontos»

Jogo com o Estoril marcado para sábado às 16 horas

• Foto: Lusa

O treinador do Nacional, Manuel Machado, disse esta sexta-feira que a sua equipa "não pode perder mais pontos" em casa, na antevisão da receção ao Estoril, da 11.ª jornada da Liga NOS (sábado, às 16 horas).

Para o treinador dos insulares, este será "mais um jogo em casa, que vale três pontos", assumindo que não pode "perder mais pontos" na Choupana, frente a um adversário "que iniciou o campeonato menos bem, por força da remodelação que houve no seu plantel, mas que agora vive um momento mais tranquilo, por força dos resultados positivos, obtidos nos últimos jogos".

"As nossas expectativas passam por somar os três pontos em disputa que nos farão readquirir mais confiança e nos encaminhar relativamente aos objetivos do clube", destacou Machado.

Sobre a derrota e consequente eliminação da equipa, na Taça de Portugal, frente ao Torreense, do Campeonato de Portugal, Manuel Machado diz que "bem não fez" à sua equipa.

"Porque fomos afastados de uma competição que encarávamos de forma séria e ainda por cima perdemos os dois defesas laterais [Sequeira e Vítor Garcia], que foram expulsos, e não poderemos contar com eles no sábado", adiantou.

Durante a semana, o presidente do clube, Rui Alves, deu um voto de confiança a Manuel Machado, mas disse que "o Nacional tem jogadores para fazerem melhor", com o treinador a dizer que todos podem e devem "fazer mais", considerando que têm existido vários imponderáveis esta temporada.

"Esses imponderáveis têm vindo a acentuar-se, o que nos impede de, nesta altura, termos uma equipa base. Além disso, as arbitragens também nos penalizaram no Restelo e em Guimarães, impedindo-nos de ter agora mais seis ou sete pontos. É normal que haja descontentamento por parte do presidente que é aceite por todos nós. A mensagem foi assimilada, por todos os componentes do grupo e no sábado, frente ao Estoril-Praia temos, o dever de fazer mais e melhor", observou.

Sobre os estorilistas, o treinador dos insulares considerou que o adversário "merece muito respeito, pelo valor que tem como equipa, com algumas individualidades que conhecem bem o futebol português".

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Nacional

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.