Conselho de Justiça nega protesto do Paços de Ferreira

Em causa a polémica da marcação do relvado do jogo com o Santa Clara

• Foto: Nuno Gomes

O Conselho de Justiça (CJ) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) não aceitou o protesto apresentado pelo Paços de Ferreira na sequência do adiamento do jogo com o Santa Clara para 2 de fevereiro. Os castores – que perderam por 2-1 –pretendiam que a formação açoriana fosse punida com pena de derrota pelos erros na marcação do relvado que impediram a realização do jogo na data inicialmente marcada pela Liga. O protesto foi indeferido por não ser considerado o meio processual adequado para a eventual aplicação da pena de derrota ao Santa Clara. Os membros do CJ explicam que o processo disciplinar em curso na Comissão de Instrução e Inquéritos da Liga é que poderá validar a pretensão do Paços.

1
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de P. Ferreira

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.