Estádio da Luz ficou na memória de Matchoi

Médio estreou-se no principal escalão com apenas 16 anos frente ao Benfica

• Foto: Carlos Gonçalves

Matchoi Djaló é o jogador mais jovem do plantel pacense e teve a oportunidade de estrear-se esta época pela equipa profissional com apenas 16 anos e logo no estádio da Luz, na jornada inaugural do campeonato.

Momento que deixou a jovem promessa arrepiada e o levou a reconhecer que ficar marcado para sempre na memória.

"A entrada naquele estádio foi incrível. Estar lá no primeiro jogo do campeonato, contra uma equipa grande e com mais de 60 mil adeptos é incrível para qualquer jogador. Foi inesquecível e ficará gravado para sempre na minha memoria", referiu o médio, que comemorou o seu 17º aniversário no dia 10 de abril, em resposta a um adepto no lançamento de questões abertas que o clube tem realizado com alguns jogadores.

Filho de peixe sabe nadar é um ditado que pode ser aplicado ao ainda júnior dos casores, uma vez que Bobó, futebolista que brilhou ao serviço do Boavista na década de 90 é o pai de Matchoi.

Figura emblemática no seio do futebol luso, contudo, que não impediu Matchoi de admitir que, por vezes, não é fácil ouvir alguns conselhos.

"Que pai não daria conselhos ao filho, principalmente sobre o que mais se gosta. Por vezes dá-me nas orelhas, mas tenho de levar com esses conselhos se quiser aprender mais", admitiu o jogador, que se diz estar a viver um sonho: "Aconteceu tudo muito rápido, mas as coisas têm corrido bem e também tenho feito por isso. Gosto das pessoas, estou feliz por estar aqui, mas nunca pensaria chegar a um clube como o Paços de Ferreira. É o sonho estar a jogar numa equipa na Europa e temos de desfrutar o momento".

Pés assentes na terra, contudo, que não impediu o internacional português sub-17 de reconhece que também alimenta o objetivo de chegar à seleção principal do seu país natal.

"Poder representar a Guiné-Bissau é mais um sonho que não irei negar se tiver essa oportunidade", disse Matchoi, que também foi desafiado para levantar o véu sobre o balneário dos castores e revelou que Uilton é o mais musculado do plantel, porque "passa o tempo todo no ginásio". "O Welthon é o mais brincalhão, por causa das piadas que solta no balneário e o Murilo é o dj de serviço. Às vezes ele mete músicas que ninguém gosta, mas temos de levar com elas", referiu, entre sorrisos, para depois lembrar que Diaby é o seu pai no balneário.

Por José Santos
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de P. Ferreira

Welthon quer oportunidade

O brasileiro, que está na Mata Real cedido pelo V. Guimarães, não é chamado aos jogos desde 19 de janeiro

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0