Filipe Anunciação lamenta saída inesperada de Petit

Treinador interino diz que equipa pacense tem que continuar a somar pontos

• Foto: Simão Freitas

O treinador interino do Paços de Ferreira, Filipe Anunciação, lamentou esta sexta-feira a "inesperada" saída de Petit, prometendo manter as suas ideias diante do Marítimo, e lembrou que o caminho na Liga NOS faz-se de pontos.

O antigo futebolista, de 38 anos, foi o elemento escolhido para falar aos jornalistas sobre o jogo da 18.ª jornada, mas a saída de Petit, após o empate 1-1 com o Portimonense, na segunda-feira, dominou a conferência de imprensa.

"As alterações ou mexidas nunca são agradáveis, menos agradável é a situação ter sido como foi, inesperada. A direção já comentou e os jogadores disseram isso pessoalmente a Petit, num sinal de que estávamos no bom caminho, apesar dos resultados", disse Filipe Anunciação.

O treinador interino dos pacenses falou de "uma semana curta, com poucos treinos", assegurando que os jogadores experientes do plantel ajudam a atenuar os problemas decorrentes destas mudanças, e destacou a importância de saber seguir em frente no jogo de sábado.

"Depois do 'funeral', a vida continua. É preciso arrepiar caminho e conquistar pontos. A ideia presente vai ser a que o 'mister' Petit deixou, não vai haver muitas mudanças. A situação não é a melhor, mas temos de enfrentar, e o problema não é tão grande assim", sublinhou.

Para sustentar esta ideia, e a aposta na continuidade, Anunciação recorreu ao jogo com o Portimonense para dizer que, "apesar do resultado e de algumas coisas menos positivas, foi dos melhores jogos" e, por isso, limitou-se a dar continuidade a esse trabalho nos quatro treinos realizados e preparar o grupo para um confronto que não será um passeio para o Paços.

"Este jogo não vai ser um passeio para nós. O Marítimo vem de três derrotas, com dois resultados positivos pelo meio, para a Taça da Liga, mas o treinador do Marítimo não alterou muito. Mais importante do que o conhecimento que temos do Marítimo, é o nosso trabalho. O fundamental é a nossa alma para ganhar o jogo", afirmou.

Filipe Anunciação não se quis alongar sobre a situação do treinador, sublinhando que "a curto prazo, o presidente falará sobre o futuro do clube", e relativizou a sua ausência do banco de suplentes com o Marítimo, devido a castigo ao serviço da equipa B.

"O treinador no banco de suplentes está mais próximo dos jogadores, mas, se não houver trabalho durante a semana, não é o treinador no banco que vai resolver", concluiu Anunciação, que, no jogo com o Marítimo, deverá ser substituído no banco de suplentes por Luís Bispo ou Hugo Moreira, elementos que também transitaram da anterior equipa técnica.

O Paços de Ferreira, no 16.º lugar, com 14 pontos, vai defrontar o Marítimo, sexto classificado, com 27, no estádio Capital do Móvel, no sábado, às 18h15, num jogo da 18ª jornada da Liga NOS.

Por Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de P. Ferreira

Notícias

Notícias Mais Vistas