Jorge Simão espera regressar aos bons resultados em Vila do Conde

Técnico quer ultrapassar os registos negativos

• Foto: Lusa

O treinador Jorge Simão relativizou este domingo o jejum de vitórias do Paços de Ferreira na I Liga de futebol, reiterando que a equipa mantém-se dentro das metas, e disse acreditar num bom resultado diante do Rio Ave, segunda-feira.

O técnico pacense, que falava na antevisão ao encontro que vai encerrar a 22.ª jornada da I Liga, começou por lembrar que, "tirando os quatro 'grandes' [Sporting de Braga incluído], todas as outras equipas apresentam um modelo de jogo que corresponde a níveis de dificuldade semelhante".

"Espero que amanhã (segunda-feira), as condições climatéricas permitam que a bola role e, sinceramente, que a equipa regresse aos bons resultados", disse Jorge Simão.

O Paços de Ferreira não vence há seis jogos, desde 11 de janeiro (2-1 ao Vitória de Setúbal), quatro para o campeonato e dois para a Taça da Liga, mas Jorge Simão relativizou a situação, defendendo que a análise à prestação da equipa não se deve cingir apenas aos últimos encontros.

"Tenho 30 jogos na I Liga, o que já me permite dizer que não é uma sequência de jogos em que não ganhámos que anula os resultados brilhantes que conseguimos na primeira volta. Todas as equipas passam por ciclos mais e menos positivos e este é um campeonato longo, de 34 jornadas, e, por isso, não se pode falar apenas das últimas jornadas", sublinhou.

O Rio Ave é o perseguidor direto do Paços de Ferreira e uma vitória pode valer, no caso dos pacenses, a recuperação do quinto lugar, depois do empate caseiro (2-2) do Vitória de Guimarães, atual quinto classificado, diante do Vitória de Setúbal.

Jorge Simão evitou o tema e insistiu na ideia de que o Paços está dentro das metas propostas e dos desafios a que o grupo se propôs no início da temporada, relevando antes os regressos de Marco Baixinho, Edson Farias, André Leal e Diogo Jota às opções, os dois primeiros após lesão e os restantes depois de cumprirem castigo.

"Todos os treinadores gostam de ter o máximo de opções e não vejo isso (três titulares regulares em quatro regressos) como uma dor de cabeça, porque isso até me facilita a vida", acrescentou o técnico, lamentando as lesões de Barnes e do 'reforço' Mário Felgueiras.

Paços de Ferreira, sexto classificado, com 30 pontos, e Rio Ave, sétimo, com 29, defrontam-se no Estádio dos Arcos, em Vila do Conde, na segunda-feira, às 20:00, num jogo que será dirigido pelo árbitro Rui Costa, da associação do Porto.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de P. Ferreira

Matchói fica na Mata Real

Avançado de 16 anos foi utilizado nas primeiras duas jornadas do campeonato e estava a ser cobiçado por outros emblemas

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.