Jorge Simão: «Poderia dizer que o jogo fica decidido com um penálti mas não quero ir por aí»

Técnico salienta que "desvantagem de dois golos é excessiva"

Jorge Simão foi à flash-interview com um pensamento duplo como o próprio o afirma. Poderia falar de arbitragem mas optou por ressalvar a atitude do Paços de Ferreira, que se apresentou a jogo de forma digna mesmo que apanhado por uma onda de lesões, castigos e impedimentos administrativos.

"Vinha agora a pensar. Posso olhar para este jogo de duas formas. Na primeira, posso dizer que o jogo fica decidido com um lance de GP antes do intervalo e faz com que fossemos para o intervalo com desvantagem no marcador. Poderia ir por aí mas não quero. É um prisma pelo qual não quero entrar. O outro caminho, é valorizar o que fizemos com o cenário conhecido por todos. Conseguir jogar desta forma, batermo-nos com esta qualidade. Apresentámos uma equipa coesa independentemente dos jogadores que jogaram hoje e não têm sido utilizados, com a frequência que desejariam. Acabámos por fazer um belíssimo jogo", aferiu logo após a derrota diante do Benfica (1-3), à Sport TV, garantindo que os castores mereciam outro "placard" no final do jogo da 23.ª jornada da Liga NOS.

"A desvantagem golos é demasiadamente excessiva. Até nesta parte final poderíamos ter feito um golo que nos poderia trazer mais alma para estes últimos minutos, mas prefiro valorizar as coisas positivas. As coisas positivas são pensar que o Bruno Santos jogou a central e fez um belíssimo jogo; o Rodrigo António que fez a semana passada o primeiro jogo, fez hoje o segundo e esteve num nível altíssimo; o André jogou numa posição que não é a sua habitualmente. São estas coisas positivas para as quais prefiro olhar. Acrescentar mais opções, muito válidas, e foram o que jogadores demonstraram aqui.

Percurso no campeonato

Instado sobre os oito jogos sem vencer, Jorge Simão diz-se "absolutamente tranquilo". "Já a semada passada o disse. Se o campeonato fossem estes últimos jogos, teríamos de olhar para isto com outro nível de preocupação. Com aquilo que temos vindo a fazer e, repare-se que não ganhámos mas fomos empatar a Arouca, ao campo da Académica, a casa do Rio Ave e perdemos em casa com o Benfica e Sporting, não é só resultados, a qualidade exibicional [cai] perante tamanhas dificuldades que vamos encontrando. Nós estamos cá para encontrar as soluções possíveis. A preocupação, se for baseada naquilo que os jogadores demonstraram aqui hoje, estou perfeitamente tranquilo."

Por Flávio Miguel Silva
6
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de P. Ferreira

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.