Maracás aliviado com regresso aos relvados

Central assume que os trabalhos em casa não eram tão completos

O regresso dos castores aos trabalhos no relvado, depois da paragem forçada, deixou Maracás aliviado e satisfeito. O central, que vinha a ser titular antes da interrupção, lembrou que os treinos no domicílio apenas serviram para manter a forma.

"Foi muito bom poder treinar no clube novamente, porque em casa os treinos não são completos. Certamente todos no clube estão felizes em voltar, mesmo que ainda com restrições", referiu o defesa, em declarações à imprensa brasileira.

Maracás elogiou ainda as condições oferecidas pelo complexo da Mata Real.

"Alguns atletas não dispõem de um grande espaço para treinar em casa, além dos equipamentos. A estrutura do Paços é muito boa, isso certamente fez falta nesse tempo afastado do clube. Também sentia falta da presença dos colegas da equipa, dos funcionários. Viramos uma família", acrescentou.

O plantel já trabalha nos relvados há quase duas semanas, embora esteja a ser feito de forma condicionada.

"A equipa técnica dividiu o nosso grupo em duas partes. Um treina às 9 horas e o outro às 11 horas. Os jogadores são divididos em três campos diferentes, depois somos novamente divididos, mas em três grupos de quatro jogadores. Aí fazemos alguns trabalhos, sempre mantendo uma grande distância de um para o outro e seguindo as recomendações passadas pela Direção Geral de Saúde. Também fazemos treinos físicos individuais. Acredito que nas próximas semanas possamos treinar mais juntos", sublinhou Maracás

Por José Santos
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de P. Ferreira

Welthon quer oportunidade

O brasileiro, que está na Mata Real cedido pelo V. Guimarães, não é chamado aos jogos desde 19 de janeiro

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0