Pepa: «Faltou-nos clarividência e discernimento frente à baliza do Benfica»

Treinador do Paços de Ferreira realça atitude dos jogadores pacenses na receção aos encarnados

• Foto: LUSA / EPA

O Paços de Ferreira perdeu (0-2) na receção ao Benfica, em jogo da 18.ª jornada da Liga NOS, num encontro em que os golos de Rafa (39’) e Carlos Vinícius (48’) consumaram a 17.ª vitória encarnada na prova.

No final do encontro, Pepa, treinador do Paços de Ferreira, realçou a boa prestação pacense diante do atual líder do campeonato, sublinhando o trabalho individual de Rafa Silva no lance do primeiro golo das águias.

"Explicar a derrota? Explicamos porque tentámos de tudo. Tivemos alguma dificuldade no primeiro golo, com um trabalho individual do Rafa incrível. O Benfica é muito forte nas transições e sabíamos disso. Faltou-nos o último passe, uma clara oportunidade de golo. Não faltou uma pontinha de sorte, mas sim alguma clarividência no último terço", afirmou o técnico pacense, em declarações à Sport TV.

Sente que o Benfica foi mais forte?

"Foi muito forte nas transições. Não nos escondemos de nada. Foi aquilo que o Bruno [Lage] disse, isto é o Paços. Fizemos de tudo, faltou-nos agressividade no último terço, no bom sentido, faltou-nos clarividência e discernimento frente à baliza e a concluir as jogadas."

Alterações no meio-campo

"O Diaby também é forte nas transições, recupera muito bem a posição. Acima de tudo foi uma estratégia para o jogo. Lutamos até ao final", concluiu.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de P. Ferreira

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0