Vítor Oliveira: «Tentámos alterar quatro jogos e nenhuma das equipas aceitou»

Técnico queixa-se da sobrecarga de encontros

• Foto: José Reis/Movephoto

O P. Ferreira tem sentido dificuldades nos jogos para o campeonato em casa e pretende regressar às vitórias no seu estádio, depois do desaire na receção ao FC Porto B. A intenção é óbvia: manter a tendência do triunfo já retomada na jornada anterior, em Viseu.

"O Arouca, contrariamente ao que a tabela classificativa diz, foi uma equipa que se preparou para subir, tem um bom plantel e uma boa equipa técnica, tem uma direção que é lutadora e acredita até ao fim. Como consequência disso, ainda não atiraram a toalha ao chão e virão aqui jogar uma cartada importante para a possibilidade de ainda virem a discutir a subida de divisão", referiu o treinador do P. Ferreira, antevendo, por isso, muitas dificuldades. "Já passámos aos jogadores os pontos fortes e fracos do Arouca e agora temos de nos preocupar connosco, fazendo um futebol simples, prático, uma ocupação racional do terreno, para termos a preocupação de evitar as transições do adversário, que é forte nesse aspeto, e depois ter presença na área para fazermos golos", sintetizou ainda.

Vítor Oliveira aproveitou a oportunidade para voltar a criticar a acumulação de jogos que a equipa terá nas próximas semanas. "Tentámos alterar quatro jogos e nenhuma das equipas aceitou, o que não se percebe muito bem. Mas o que não me parece muito correto é a calendarização do início de época, que deveria ser mais cuidada. Estamos a treinar há seis meses e fizemos 13 jornadas do campeonato e agora, em dois meses, vamos fazer mais de metade desses jogos", lembrou.

Por José Santos
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de P. Ferreira

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.