Evitar ansiedade

António Folha quer somar pontos para manter turma alvinegra fora da zona aflitiva da classificação

• Foto: Simão Filho

O Portimonense esteve quase um mês sem competir (devido aos afastamentos prematuros da Taça de Portugal e da Allianz Cup) e até ao fim do ano tem pela frente quatro jogos que o treinador considera "muito importantes", a começar pelo de hoje, frente ao Tondela.

"Queremos manter-nos numa posição estável na tabela classificativa, sem cairmos para os lugares de baixo, pois aí vive-se sempre uma guerra enorme e a ansiedade acaba quase sempre por revelar-se prejudicial", sustenta Folha, num olhar para os compromissos que restam até fim de 2018 e que incluem, além da receção ao Tondela e ao V. Setúbal, deslocações aos redutos de FC Porto e Feirense.

Para esta tarde adiantou: "Sabemos o que queremos e vamos dar o nosso melhor e garantir a vitória, frente a um adversário muito difícil, que explora bem as transições."

A principal novidade no onze prende-se com o regresso de Ricardo Ferreira, devido à lesão de Léo.

Por Armando Alves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.