Folha e os aplausos a Jackson: « Às vezes temos de esquecer o futebol e olhar para o homem»

Treinador comenta a ovação ao colombiano depois da goleada sofrida no Dragão

• Foto: Peter Spark/Movephoto

António Folha mostrou-se orgulhoso pela primeira parte que o Portimonense realizou em casa do FC Porto, num jogo em que acabou por perder por 4-1. O treinador lamentou algumas perdas de bola em zona perigosa no segundo tempo que acabaram por ditar a vitória dos dragões.

"Contra estas equipas temos de estar 100 por cento concentrados e não podemos correr riscos de perder a bola em zonas que permitam ao FC Porto ser rápido. Na segunda parte, o FC Porto saiu muito bem e apanhou-nos em contrapé em duas situações que viram o resultado e a partir daí as coisas tornam-se mais difíceis. Animicamente a equipa cai e depois aconteceram mais um ou dois golos. Os golos não são tão importantes. Podíamos ter feito melhor do que fizemos porque na primeira parte fizemos um excelente jogo, um jogo com muita personalidade, a sair bem para o ataque e fomos uma equipa sem medo de jogar. Dar os parabéns aos jogadores porque fizeram uma primeira parte fantástica, na segunda parte não entrámos tão mal, mas a partir do momento em que o FC Porto faz o 3-1, as coisas tornam-se difíceis. Ainda tivemos hipótese de fazer o 3-2, uma boa defesa do Casillas e quando o FC Porto faz o 4-1, o jogo está praticamente terminado. Mas acho que demos um bom espetáculo, quisemos jogar, não nos limitámos só a defender. Os meus jogadores estão de parabéns, há que continuar, perdemos três pontos como quando ganhamos só ganhamos três pontos", começou por dizer.

"(Três centrais) Já tentámos isto no início de época mas depois, com a vinda de bastantes médios com qualidade, adaptámo-nos e alterámos. Temos vindo a jogar muito bem em 4x3x3. Face a alguns jogadores que não estavam disponíveis, montámos esta forma para poder explorar o jogo de trás para a frente, com apoio e saídas rápidas para o ataque que criassem instabilidade nas costas dos laterais. Acho que conseguimos e criámos oportunidades contra uma equipa que é muito poderosa. Mas acho que fizemos um bom trabalho, não há que lamentar os quatro golos. Fizemos um bom trabalho, essencialmente na primeira parte. A vida continua, há que continuar a trabalhar com a mesma seriedade que temos tido até aqui e tentar dar o nosso melhor já no próximo jogo", disse.

Sobre o regresso de Jackson Martínez a uma casa onde já teve muito sucesso, Folha elogiou o colombiano que, nas palavras do treinador dos algarvios, é um "grande homem". O técnico comentou também a ovação prestada ao colombiano por parte dos adeptos do FC Porto.

"(Jackson) O Jackson saiu com bastantes queixas no último jogo e estivemos até à última hora a ver o que o resultado dos testes nos dava. A partir do momento que o Jackson me diz, como grande homem que eu sei que ele é, que está pronto para ir a jogo, ele vai a jogo naturalmente. Deu o seu melhor como sempre, como os colegas, mas obviamente que fez tudo para jogar porque acredito que, nesta casa tão especial para ele, que ele gostasse muito de jogar e fez questão de o fazer", referiu.

"(Aplausos a Jackson) Às vezes temos de esquecer um bocadinho o futebol e olharmos para o homem. O Jackson é um homem fantástico e acho que, por tudo o que ele passou (acredito que muito poucos jogadores passaram, eu fui jogador e não passei por este calvário), merece. Foi um calvário muito grande e acho que a recompensa que o Jackson teve ao longo deste tempo todo foi dada pelo carinho que os adeptos demonstraram nesta casa e aplaudiram de forma fantástica porque, de facto, para além do excelente profissional e excelente jogador, acho que é um excelente homem e é um exemplo para toda a gente", terminou.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.