Folha: «O resultado é justíssimo»

Treinador aborda vitória no Bessa

• Foto: Peter Spark/Movephoto

António Folha, treinador do Portimonense, analisou a vitória deste domingo no Bessa dizendo que o segredo foi não ter medo de perder o jogo.

Segredo da vitória:

"Fomos nós, tentámos jogar e fazer aquilo que fazemos nos jogos, que é não ter medo de perder. Hoje sabíamos que se tentássemos guardar a bola, face ao momento do Boavista, podíamos intranquilizar a equipa adversário e tirar partido. Por isso, a equipa soube estar, defender bem, sair nos momentos certo, fez 2 golos e o resultado é justíssimo. Ainda assim, tenho de dar uma palavra ao Boavista, que se bateu dignamente e lutou até à exaustão."

Ausência de Paulinho:

"Não posso fazer 6 substituições, só posso por três. O Paulinho sentiu-se indisposto e não esteve pronto para o jogo. Quanto mais jogadores de qualidade tivermos, melhor para as escolhas, mas há que dar a oportunidade a outros. A vida é feita de oportunidades. Não houve Paulinho, houve Lucas. O sol nasce para trás e as pessoas têm de ir atrás do sol. O Lucas foi atrás do sol e foi feliz."

Classificação histórica em perspetiva:

"Não é isso que nos move. O que nos move é tentar fazer o máximo de pontos possível e chegar aos objetivos. O que nos move é trabalhar diariamente de forma digna e profissional e encarar os jogos sem ter medo de os perder. Os 27 pontos são 27 pontos, não são mais do que isto e vai continuar a ser assim até ao fim da época. Vamos sempre lutar pelos 3 pontos até ao fim".

Por Pedro Morais
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.