Paulo Sérgio: «Devíamos ter sido mais eficazes e não fomos»

Técnico dos algarvios lamenta falta de eficácia da sua equipa diante do Rio Ave

• Foto: Site oficial Portimonense

Paulo Sérgio lamentou a derrota (2-1) no encontro desta quinta-feira em Vila do Conde, frente ao Rio Ave, falando em falta de eficácia e infelicidade por parte da sua equipa, que iniciou a partida em vantagem, graças ao golo de Vaz Tê.

"O vento condicionou muito. Na primeira parte, estivemos sempre por cima. Tivemos três, quatro bolas perigosas. Devíamos ter sido mais eficazes e não fomos. Depois, aconteceu futebol, com um penálti e uma infelicidade na parte final no jogo. Na segunda parte, contra o vento, estivemos sempre organizados e o Rio Ave não criou perigo na nossa baliza", disse.

Permanência continua no horizonte

"O Rio Ave foi feliz, nós não. São dois desaires seguidos, em jogos que devíamos ter somado pontos e não somámos. Mas temos de continuar a acreditar. Começamos já amanhã a pensar no próximo jogo. Estão nove pontos em disputa. Não há tempo para lamentações. Este já passou", concluiu.

Por Record com Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0