Portimonense demarca-se de protesto de sociedade de advogados

Bichara e Motta Advogados mostrou intenção de protestar o jogo com o Boavista em nome dos algarvios

• Foto: Peter Spark / Movephoto

Boavista e Portimonense empataram (1-1), mas uma sociedade de advogados (Bichara e Motta Advogados) mostrou a intenção, através de comunicado, de protestar o jogo devido à alegada inclusão ilegal de Daniel Ramos, técnico dos axadrezados, na ficha de jogo.

A questão é que o Portimonense demarcou-se do protesto – através de uma conta de Instagram de Theodoro Fonseca, acionista maioritário da SAD –, garantindo que tal era mentira. Em causa, segundo a sociedade de advocacia, estaria a duplicação de inscrições de treinadores, com Lito Vidigal ainda a constar na página do Boavista no site da Liga após o final do encontro.

Record apurou que Daniel Ramos está regularmente inscrito, sendo que o dado não estava atualizado no site da Liga (já está corrigido) porque a rescisão só foi recebida na véspera da partida. Mais tarde, o Boavista garantiu que o contrato de Ramos foi homologado pela ANTF, algo obrigatório para ser inscrito na Liga.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.