Ricardo Ferreira: «Covid-19 tem sido uma bola difícil de defender»

Guarda-redes estava "mortinho" por voltar aos treinos e a competir

• Foto: Ricardo Nascimento

"A nossa sociedade fez um grande esforço, através do confinamento, para limitar o alastramento do coronavírus e o que queremos e desejamos é voltar a competir em segurança, o mesmo sucedendo com os restantes profissionais das mais diversas áreas afetadas pela pandemia", referiu o guarda-redes à Portimonense TV.

Ricardo Ferreira confessa que o regresso aos treinos, no campo, "foi incrível, uma ótima sensação, e permitiu matar as saudades, pois o tempo em que estivemos em casa não foi de férias normais: a qualquer momento sabíamos que a competição poderia retomar".

No lar, "acabei por enfrentar um desafio interessante, com os meus filhos, um quase com dois anos e outro com quatro: estabelecemos um programa de atividades semanais mas, com o decurso do tempo, já não havia muito de novo para fazermos".

E os treinos, em casa, "não têm a ver com o trabalho em campo", assinala o guarda-redes. "O que fizemos foi apenas tentar minimizar as perdas de força e de capacidade de reação da maneira possível".

Agora "vai voltar a competição e queremos somar os pontos necessários para atingirmos os nossos objetivos", com Ricardo Ferreira sempre de olho no vírus. "O covid-19 tem sido uma bola difícil de defender, com muitas recargas, e precisamos continuar atentos".

Por Armando Alves
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Portimonense

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0