Pedro Martins: «Espero que não haja dualidade de critérios»

Recorda penálti "negado" na 1.ª mão frente ao Sp. Braga

• Foto: José Moreira

O desejo de levar a equipa do Rio Ave à final do Jamor, tendo para tal de vencer o Sp. Braga no jogo de quinta-feira em Vila do Conde, leva o treinador Pedro Martins a revelar que os predicados para conseguir "a vantagem na eliminatória passa pela ambição e pelo grande trabalho" da sua equipa e do clube "nestes últimos tempos".

Cauteloso, mas confiante no valor da sua equipa, o treinador do Rio Ave confessa que está à espera de um Sp. Braga "de qualidade", mas, adianta: "Como queremos chegar ao Jamor, temos que vencer o Sp. Braga seja pela diferença que for".

E prosseguiu: "Espero uma boa casa, a cidade está envolvida e é muito importante contar com a alma caxineira que vai estar a apoiar".

Pedro Martins tem outro desejo envolvido no encontro decisivo desta quarta-feira nos Arcos: "Vão estar em campo três boas equipas e só espero que o árbitro esteja a bom nível, que não haja dualidade de critérios, como aconteceu no jogo da primeira mão em Braga onde nos foi negado um penálti e nesta altura podíamos estar aqui a falar de outras coisas", rematou o treinador do Rio Ave, não sem antes revelar que Pedro Moreira, castigado, e Aníbal Capela, lesionado, são as únicas baixas, já que Kuca está recuperado da lesão e "vai a jogo". No entanto, a lista de convocados não foi divulgada.

Sporting de Braga e Rio Ave defrontam-se às 19 horas de quarta-feira, no Estádio do Rio Ave, jogo que será arbitrado por Nuno Almeida, da Associação de Futebol do Algarve.

Por Luís Leal
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.