Carlos Carvalhal pede mais um médio

Técnico vilacondense deteta necessidade da equipa no mercado de janeiro

• Foto: Nuno Fonseca/Movephoto

Um médio. É o que Carlos Carvalhal pede a António Silva Campos. O treinador do Rio Ave apontou esta necessidade na conferência de imprensa de antevisão à receção, de amanhã, ao Boavista.

"As alterações num plantel em janeiro obedecem sempre a alguns imperativos. Partimos para esta época com quatro médios, que é o número mínimo, mas, em função da lesão do Jambor, temos na prática três nesta altura. Essa é uma necessidade", identificou o técnico rioavista, ao início desta tarde.

É a única lacuna que aponta no lote de jogadores à sua disposição, ele que, finalmente, viu encerrada a novela que se arrastou semanas com o Red Bull Brasil a tentar levá-lo para o 'Brasileirão'. O Rio Ave recorreu a um comunicado para colocar um ponto final no assunto. "Desconheço o teor desse comunicado. O meu trabalho foi sempre o mesmo. Volto a dizer que quem tem a última palavra é o presidente, em quem deposito toda a confiança", afirmou Carvalhal.

Do outro lado, estará um Boavista que trocou de treinador há cerca de um mês. "Há sempre um efeito psicológico quando há uma chicotada. Depois começam a ver-se mais as ideias do novo treinador do que o lado psicológico. Está num processo evolutivo", avaliou Carlos Carvalhal.

Entrar na história do clube com um específico dado também é objetivo: "Queremos chegar aos 25 pontos e atingir o segundo melhor registo do clube na Liga ao fim da primeira volta."

O Rio Ave, 7° classificado, com 22 pontos, recebe o Boavista, 9°, com 19. O jogo da 17° jornada da Liga NOS tem início às 20 horas, este domingo.

Por Ruben Tavares
1
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.