Carlos Carvalhal: «Se não jogarmos vai ser o caos em todos os clubes»

Treinador reconhece o "mal necessário" do regresso da Liga: "Ninguém nos pressionou, mas compreendemos a situação""

Carlos Carvalhal deu uma interessante entrevista ao The Guardian, destacando o novo desafio que é orientar uma equipa tendo de manter os jogadores à distância.

"Não posso dizer que não gosto do desafio. Estamos sempre a usar os nossos cérebros e isso é bom para todos. Mas temos de ser muito criativos, a tentar simular o jogo. Como podemos fazer com que os jogadores, um aqui, outro acolá, outro a 20 metros, outros até a mais, pensem que estão a jogar um jogo de futebol? E como é que podem fazer trabalho tático e de organização? É um teste bem interessante", assumiu o treinador do Rio Ave, reconhecendo ainda os riscos inerentes ao regresso do futebol ao ativo, mas falando de um "mal necessário" em função da crise que se instala nos clubes um pouco por toda a Europa.

"Sabemos que vamos correr alguns riscos, como é natural, mas precisamos de salvar o futebol em Portugal. Se não jogarmos vai ser o caos em todos os clubes. Ninguém nos pressionou, mas nós compreendemos a situação. Ao mesmo tempo, o estado de emergência terminou. A minha grande esperança é que se nós fizermos o nosso trabalho respeitando as regras, talvez possamos dar um exemplo à sociedade", registou Carlos Carvalhal.

Por António Mendes
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0