Carvalhal e o reencontro com Bruno Lage: «Fico satisfeito por ver os meus amigos bem»

Treinador do Rio Ave afirmou que o triunfo das águias acabou por ser "justo"

• Foto: LUSA

O Rio Ave perdeu (0-2) com o Benfica, na deslocação ao Estádio da Luz, em jogo a contar para a 10.ª jornada da Liga NOS, num encontro que ficou resolvido com golos de Rúben Dias (32') e Pizzi (51').

No final do encontro, Carlos Carvalhal afirmou que o triunfo encarnado acabou por ser "justo", apesar de notar que a limitação de Taremi - que saiu lesionado no início da 2.ª parte -, e a ausência de Bruno Moreira, por lesão, acabaram por condicionar a estratégia para o encontro.

"Foi uma justa vitória do Benfica. Nós preparamos muito bem o jogo, tirámos a capacidade de organização do Benfica. Tentámos colocar o Tarantini nas costas do Gabriel para o Benfica ter dificuldade na pressão. Jogámos com personalidade, para além daquele remate ao poste, tivemos outra oportunidade ainda para chegar ao golo. Depois, o Benfica faz o golo, mas penso que naquela altura não se justificava a vantagem. Ao intervalo, tivemos o primeiro revés, tivemos a lesão do Taremi, que acabou por condicionar-nos. A partir daí o Benfica teve um domínio total da partida, com um triunfo justo", afirmou o treinador vilacondense, em declarações à Benfica TV.

Utilização de Gabrielzinho e Nuno Santos nas alas

"A inclusão do Tarantini nas costas do Gabriel não foi somente para bloquear o jogo do Benfica, mas também para aproveitar as costas do Gabriel, é um jogador muito importante na construção da equipa. Isso criou alguma dificuldade ao Benfica. Era necessário utilizar a velocidade nas alas, à exceção do Taremi que jogou limitado. A fadiga depois veio ao de cima. Tivemos dificuldade em suster a primeira fase de construção do Benfica".

O reencontro com Bruno Lage em campo

"Eu não levo muito para o campo emocional, conheço o Bruno, a esposa, o 'Jaiminho', o filho dele, os pais, o irmão, é uma pessoa que conheço muito bem e não levo isso para o lado das emoções. Evidentemente que fico satisfeito por ver os meus amigos bem e a fazerem um bom trabalho. O Bruno é um excelente treinador, assim como o Luís Nascimento o vai ser. Depois de começar o jogo, o Bruno faz o seu papel e eu faço o meu, que é tentar vencer", finalizou.

Por Sérgio Magalhães
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.