Pedro Cunha após a eliminação na Taça de Portugal: «Tivemos de gerir a equipa»

Treinador do Rio Ave justificou mudanças no onze inicial na derrota (1-2) diante do Estoril

• Foto: Lusa/EPA

O Rio Ave foi esta terça-feira eliminado da Taça de Portugal ao perder por 2-1 na receção ao Estoril, da 2ª Liga, em partida dos oitavos-de-final da prova. Após o encontro, o técnico dos vila-condenses, Pedro Cunha, admitiu que teve de operar várias mudanças no onze inicial e lamentou o mau arranque por parte da sua equipa.

"Não entrámos bem no jogo, com a equipa apática, a chegar tarde aos lances, distante entre setores, e a não conseguir cumprir o plano que traçámos. Ainda conseguimos corrigir ao intervalo, melhorámos, e chegámos ao 2-1. As alterações que fiz [no onze inicial] foi por estarmos muito limitados de opções. Tivemos de gerir a equipa. Apostámos em outros jogadores, que também são competentes, e, se estão no Rio Ave, é porque nos dão garantias. A saída do Nélson Monte ao intervalo foi por razões físicas e as alterações feitas antes [ainda na primeira parte] foram para mudar a forma de jogar e imprimir novas dinâmicas. Sabíamos que tínhamos de acelerar o jogo de outra forma. Foi também um sinal à equipa", afirmou Pedro Cunha, em conferência de imprensa.

"Não gostamos de perder, até porque as derrotas tiram sempre confiança ao grupo, mas temos de continuar a trabalhar. Não há tempo a perder, e já amanhã [quarta-feira] começamos a preparar o jogo com o Sporting, recuperando fisicamente os jogadores", acrescentou o técnico do Rio Ave.

Por Record com Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.