Promessa de silêncio cedeu ao apito de Xistra

Polémica em Moreira de Cónegos

• Foto: Simão Freitas

Miguel Cardoso e os seus jogadores criticaram algumas decisões de Carlos Xistra na recente derrota com o Moreirense. Um penálti por marcar aos 57’ e a gestão do tempo de descontos indignaram os vila-condenses, que traçaram internamente uma diretriz clara no início da época: não comentar o trabalho dos árbitros, sob pena de desresponsabilizar o plantel das suas exibições.

A ‘promessa’ cedeu em Moreira de Cónegos, depois de Miguel Cardoso ter resistido à tentação de criticar diretamente o trabalho de outros juízes em jornadas anteriores da Liga NOS. Diga-se que, no domingo, segundo as informações recolhidas pelo nosso jornal, o trabalho de Carlos Xistra foi visado não só no relvado e nas declarações dos protagonistas à imprensa, mas também aquando da recolha das equipas aos balneários após o apito final.

Quanto ao plantel, ontem o dia foi de folga.

Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.

0