Silva campos quer avançar com a SAD

“É um assunto muito sério para o futuro do Rio Ave”, avisa o presidente, atento à concorrência

• Foto: Simão Freitas

O presidente do Rio Ave assume, de uma vez por todas, a urgência de avançar para a criação de uma SAD. Os vila-condenses já mantiveram negociações com os chineses da Fosun, através da relação que mantêm com o empresário Jorge Mendes, mas a verdade é que o processo continua sem fim à vista, o que está a causar preocupação devido às movimentações da concorrência cada vez mais intensa na 1ª Liga.

"Trata-se de uma possibilidade que está em estudo, mas que é muito séria para o futuro do Rio Ave. Se conseguirmos juntar um investidor que se enquadre nos interesse do clube, então temos de pensar nisso", salientou Silva Campos, lembrando que no escalão principal do futebol português, em 2017/18, tudo indica que irão competir "15 SAD e três SDUQ. Sabemos o nível de investimento que o Aves e o Portimonense vão fazer, pelo que a equipa do Rio Ave não pode estar exclusivamente dependente da venda de ativos para chegar à Liga Europa. Este ano até fomos fracos a esse nível", admitiu, dada a inexistência de transferências lucrativas.

Apesar da alteração de modelo de gestão de SDUQ para SAD ser relevante, o tema do momento entre os adeptos do Rio Ave é a saída de Luís Castro, que já tem acordo com o Chaves, clube que defronta no próximo domingo.

"Não é um momento propício para falar deste tema. Julgo que são especulações, mas não confirmo ou desminto. Estamos no final da época e ainda focados na luta pelo 6º lugar. Não faz sentido estar a falar sobre o futuro do treinador ou dos jogadores", disse Silva Campos para fugir a um tema melindroso face aos elogios que a qualidade do futebol praticado pelos rioavistas tem suscitado.

Por Tiago Ribeiro
Deixe o seu comentário
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.