Treinador do Rio Ave ambiciona ver equipa atingir marca histórica frente ao Chaves

Melhor sequência de resultados de sempre nas primeiras oito jornadas do campeonato

O treinador do Rio Ave, José Gomes, disse esta sexta-feira  que seria "um orgulho" ver a sua equipa atingir um marco histórico, com a vitória sobre o Desportivo de Chaves, na oitava jornada da Liga NOS.

Se a formação vila-condense somar os três pontos na partida de sábado superará a sua melhor sequência de resultados de sempre nas primeiras oito jornadas do campeonato, recorde que pertence ao plantel de 2105/16, com Pedro Martins no comando.

José Gomes, o atual treinador, confessou que "esse não foi um tema discutido com o grupo esta semana", mas admitiu que seria "uma marca interessante de atingir".

"Conseguindo, e esperamos que sim, será um orgulho para todos nós e para os adeptos. Seria interessante que isso acontecesse, mas não falamos disso, há objetivos mais a longo prazo que já contemplam a concentração máxima para esse jogo", vincou o treinador.

Para que tal aconteça, José Gomes quer um Rio Ave "a procurar melhorar o que tem demonstrado em campo, fortalecendo os pontos positivos e tentando ser mais constante", mesmo reconhecendo as dificuldades que o adversário irá impor.

"É uma equipa forte, muito bem organizada como é o hábito no Daniel Ramos, e com jogadores com qualidade, que na frente criam situações de finalização com relativa facilidade", analisou o treinador.

José Gomes considerou, ainda assim, que "seria expectável o Chaves ter mais pontos do que os somou", notando alguma inconstância nas exibições, o que, segundo o técnico, "não permite padronizar com rigor o jogo deste adversário".

"Vimos jogos do Chaves com determinadas características que gostamos menos, mas também vimos outros muito organizados, com uma forte dinâmica ofensiva. No meio destas duas faces, acho que acabam por estar mais próximos do que fizeram, por exemplo, com o Benfica, em que fizeram um jogo extraordinário", sustentou o treinador do Rio Ave.

Para contrariar os pontos fortes do adversário, José Gomes quer que a sua equipa seja "inteligente e paciente para explorar algumas fragilidades" que detetou na formação transmontana, mesmo admitindo "que não são muitas".

Os vila-condenses partem para este jogo sem contar com os lesionados Jambor, Ronan, Makaridze, Joca e Nuno Santos, mas veem regressar Fábio Coentrão, que recuperou de uma virose que o afastou do último compromisso da equipa, para a Taça de Portugal.

O Rio Ave, quarto classificado da I Liga, com 14 pontos, recebe no sábado o Desportivo de Chaves, 14.º colocado, com sete, em partida agendada para as 18 horas.

Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Rio Ave

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.