Aumentos levam a demissões

Rui Cordeiro vai ganhar 10.523 euros brutos

• Foto: Ricardo Jr

A Comissão de Vencimentos da SAD do Santa Clara apresentou a demissão na sequência do aumento da remuneração do Conselho de Administração da SAD, aprovada apesar do parecer negativo desta comissão.

Com esta nova tabela de vencimentos que entrou em vigor, Rui Cordeiro, presidente da SAD e do clube, passou a auferir um salário bruto de 10.523 euros, enquanto Diogo Boa Alma, administrador e diretor desportivo, aufere um salário bruto de 8.592 euros. Já Khaled Saleh, administrador da SAD e representante do investidor de Singapura, aufere um salário bruto a rondar os 7.500 euros.

"Esta proposta foi aprovada contra a opinião da comissão de vencimentos, por isso pedimos a nossa demissão. Fomos ultrapassados pela esquerda e não podemos aceitar estes procedimentos", explica Miguel Simas, presidente desta comissão, que considera não ser adequado aplicar a tabela de vencimentos. "Estes rendimentos apenas poderiam ser adequados se não houvesse um passivo. Discordo destes valores como salários ou prémios de desempenho. Considero que são uma imoralidade", sustenta Miguel Simas, que representa um grupo de pequenos acionistas da SAD do clube açoriano.

Record tentou contactar o presidente da SAD do Santa Clara, Rui Cordeiro, mas sem sucesso, pois esteve incontactável ao longo do dia de ontem.

Por Luís Silva
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Santa Clara

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.