Condições do relvado do Estádio de São Miguel alvo de análise

Santa Clara e Governo dos Açores reuniram-se esta terça-feira

• Foto: Nuno Gomes / Cofina

A direção do Santa Clara esteve esta terça-feira reunida com o presidente do Governo dos Açores, num encontro de balanço sobre a atividade do clube em que foi abordado o relvado do Estádio de São Miguel.
O treinador dos açorianos, João Henriques, vem desde a época passada tecendo críticas ao relvado, e um ranking da Liga Portuguesa, traçado na primeira jornada, colocou o relvado do Estádio de São Miguel como o oitavo e último classificado com a nota de 1,81 em cinco pontos possíveis.
"Há que verificar e analisar aquilo que são as competências do Santa Clara nesta matéria e as competências do Governo [Regional] nesta matéria", considerou o presidente do Santa Clara, Rui Cordeiro, no final do encontro com o chefe do executivo açoriano, Vasco Cordeiro.
O governante reconheceu que o relvado "é talvez dos mais antigos que existem", mas lembrou os investimentos do executivo no estádio.
"Convém não esquecer, na apreciação que se faz, o grau de compromisso e grau de investimento que o Governo Regional tem tido", com investimentos "que se aproximam de um milhão de euros" em matérias como iluminação ou segurança do recinto.
No que refere ao relvado, Vasco Cordeiro declarou: "É uma matéria que estamos a analisar de forma a - no ponto de vista daquilo que são infraestruturas públicas que também servem, mas não servem só, o Santa Clara - podermos ter condições adequadas para a prática desportiva".
O Santa Clara segue, após a quarta jornada da Liga NOS, em nono lugar da tabela classificativa do mais alto escalão do futebol português.

Por Lusa
Deixe o seu comentário
SUBSCREVA A NEWSLETTER RECORD GERAL
e receba as notícias em primeira mão

Ultimas de Santa Clara

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2019. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.