Daniel Ramos: «Penálti revolta-me, mas não quero ser corrosivo para com o futebol português»

Treinador do Santa Clara sobre o lance que acabou por determinar o resultado do jogo diante do Gil Vicente

• Foto: Lusa / EPA

Daniel Ramos, treinador do Santa Clara, mostrou-se satisfeito com a exibição da sua equipa - na derrota (0-1) em Barcelos -, sublinhando que hoje viu "uma das melhores primeiras partes" do Santa Clara esta temporada, mas não deixou de comentar o penálti a favor do Gil Vicente, já perto do final, e que acabou por ser fundamental para o desfecho do jogo.

"Foi uma das melhores primeiras partes que fizemos. Tivemos várias oportunidades. Aos três minutos e meio, já tínhamos duas. Conseguimos ser uma equipa dominadora, com posse e circulação de bola. Disse, ao intervalo, que deu gosto vê-los jogar e que era pena irmos para o intervalo com 0-0", começou por referir o técnico dos açorianos, em declarações no final da partida.

O momento do penálti

"A segunda parte foi mais equilibrada. O Gil Vicente foi mais agressivo e acutilante, e criou-nos mais dificuldades até ao lance final [do penálti], que me revolta. Já tenho mais de 600 jogos no futebol português, mas não quero ser corrosivo para com o ambiente do futebol português. Temos uma viagem longa para fazer e estamos tristes."

Equipa teve oportunidades para sair de Barcelos com outro resultado

"Tivemos quatro ou cinco grandes oportunidades na primeira parte. Continuámos a ser uma equipa dominadora e muito tranquila com bola. Se tivéssemos marcado primeiro, teríamos muitas possibilidades de vencer o jogo. Percebemos o nervosismo do Gil [Vicente] e estávamos muito bem no jogo", concluiu.

Por Record com Lusa
Deixe o seu comentário

Últimas Notícias

Notícias
Subscreva a newsletter

e receba as noticias em primeira mão

ver exemplo

Ultimas de Santa Clara

Notícias

Notícias Mais Vistas

Copyright © 2020. Todos os direitos reservados. É expressamente proibida a reprodução na totalidade ou em parte, em qualquer tipo de suporte, sem prévia permissão por escrito da Cofina Media S.A. Consulte a Política de Privacidade Cofina.